Carreira & Educação

O ano da museologia

[mp_script_post_header]

Conhecimento e diversão são garantidos nos passeios aos museus. Mas para que isso seja oferecido aos visitantes, existe um profissional e muito trabalho.

Há dez anos, foi criada uma política nacional para museus e, em 2009, nasceu o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). O profissional de museologia passou a ser mais valorizado e procurado pelo mercado de trabalho. O problema é que ainda faltam profissionais com a qualificação necessária.

Com as ações do governo, o curso que antes era oferecido apenas no Rio de Janeiro (RJ) e em Salvador (BA) está agora espalhado por regiões do Brasil. São 15 instituições oferecendo a graduação.

Nos 3.200 museus do país, apenas 5% dos 20.000 profissionais são formados em museologia, o que evidencia as necessidades do mercado.

Este ano, saem da facul os primeiros profissionais com formação específica que devem começar a mudar esta realidade. O piso salarial deles está em R$ 5.026.

O projeto de profissionalização na área deve continuar e as oportunidades irão surgir. Já pensou em ser museólogo? Fique ligado!


Talvez você também goste