Moda & Beleza

Dermatologistas dão dicas no Mês das Noivas para ter uma pele perfeita no grande dia

O casamento é uma data muito especial na vida de qualquer pessoa e a mulher quer estar radiante nessa ocasião.  A sonhada pele de noiva perfeita requer alguns cuidados especiais e alguns tratamentos devem ser realizados com antecedência. 

“Para estar com a pele linda no dia do casamento, recomendo iniciar agendando consulta com dermatologista. Nessa consulta serão indicados tratamentos e produtos adequados ao tipo de pele da paciente”, destaca Dra. Mariana Chambarelli, dermatologista da clínica Dra Denise Chambarelli, no Rio de Janeiro. 

A médica indica alguns tratamentos para as noivas.  “No caso de manchas poderá ser indicado realizar microagulhamento robótico, peeling, laser e uso de clareadores com boa antecedência à data do casamento.  Para melhorar o contorno e sustentação da face, meses antes indico o tratamento com ultrassom micro e macrofocado, preenchedores e bioestimuladores de colágeno. Para reduzir rugas e linhas de expressão, a aplicação de toxina botulínica”, explica Dra. Mariana. 

Antecedência e planejamento são muito importantes.  A dermatologista Dra. Mônica Fialho, diretora da clínica Barraskin no Rio de Janeiro, explica que “para uma pele de noiva impecável pode ser indicado o clareamento de manchastratamento de cicatrizes de acnetratamentos para flacidez que visam o estímulo de colágeno, para assim conseguirmos uma melhora da pele e do contorno facial. Para realizar todos os tratamentos é preciso um planejamento correto com, pelo menos, de seis a doze meses de antecedência da data do casamento.” 

A dermatologista Dra. Flávia Basílio, de Curitiba, recomenda uma atenção especial com os cabelos.  “Com um ano de antecedência já pode ser realizada a avaliação inicial tanto do couro cabeludo quanto dos fios. Geralmente a maior preocupação é com a qualidade dos fios, mas as características do couro cabeludo também são importantes para o crescimento saudável dos cabelos.  A realização do exame de tricoscopia nos dá informações como qualidade e espessura dos fios, presença de dermatite seborreia (caspa) e inflamações no couro cabeludo. Em casos de queda de cabelo, são solicitados alguns exames laboratoriais complementares. Para casos de perda capilar, os tratamentos mais indicados são medicações tópicas e de uso oral, que começam a agir em 3 a 6 meses. Pode ser indicado também o uso de vitaminas, especialmente em casos em que há queda excessiva dos fios”, alerta a médica.  

“De 6 a 9 meses antes: em alguns casos, podem ser acrescentadas sessões de microinfusão de medicamentos no couro cabeludo (técnica que combina microagulhamento com infusão de medicamentos), realizadas mensalmente, para estímulo de crescimento dos fios.  Faltando 3 meses é hora de intensificar os tratamentos para reconstrução, hidratação e nutrição dos fios, com máscaras de tratamento específicas para cada caso”, indica Dra. Flávia Basílio. 

Leave a Comment

Your email address will not be published.


Talvez você também goste