Comportamento Moda & Beleza

O que é preciso saber para comprar um óculos de sol?

Foto: Reprodução/Divulgação

Em todas as estações do ano, é comum ver crianças, adultos e idosos usando óculos escuros. E eles são realmente necessários, mesmo quando não há luz solar. “Os raios UVA e UVB são capazes de ocasionar lesões sérias, como degeneração macular, problema que afeta a retina, e também doenças, como a catarata, responsável por deixar o cristalino opaco, provocando perda parcial ou total da visão”, explica a Dra. Mayra Leite, oftalmologista do H.Olhos – Hospital de Olhos.

Por isso, o uso de óculos escuros é primordial, pois eles filtram a luz do sol. No entanto, como o acessório escure a visão, fazendo a pupila dilatar, se as lentes não têm certificação de proteção contra raios solares, a radiação pode chegar diretamente na retina, prejudicando a saúde ocular.

Para evitar essas complicações, a especialista recomenda que a compra de óculos seja realizada em locais de extrema confiança. Além disso, é essencial que o produto possua certificação de proteção contra os raios solares. “No momento da aquisição, é importante perguntar ao vendedor se há todos os selos de proteção. Se ainda assim, o paciente tiver dúvidas sobre o produto, agende uma consulta com o oftalmologista para verificar o grau de proteção”, complementa a especialista.

Outros pontos também devem ser considerados em relação às lentes:

  • Filtrar entre 99% e 100% de toda a radiação UV (abaixo dos 400 nm). Se possível, filtrar a chamada radiação azul (entre 400 e 500 nm);
  • Cobrir a região ao redor dos olhos, para ajudar no combate ao envelhecimento, por danos à pele e pálpebras, causados pelo sol;
  • Além de ser uma barreira contra o vento, evitando o ressecamento dos olhos, mais uma vantagem da utilização de óculos escuros é o bloqueio contra poeira e partículas, que podem causar irritação e vermelhidão.

Um mundo de cores

A gama de cores e opções de óculos no mercado é diversa. Independentemente dessa variedade, todas as lentes de qualidade e boa procedência protegem os olhos da mesma forma, porém algumas cores também são recomendadas para determinadas situações.

“As lentes mais escuras, por exemplo, podem deixar pessoas com olhos claros e aquelas que passaram por uma cirurgia ocular mais confortáveis, pois reduzem o efeito da sensibilidade à luz. Quem não se sente incomodado com claridade, pode escolher as marrons e verdes. Há, também, recomendações para as cinzas, amarelas e laranjas, ideais para dirigir e apreciar o nascer e o pôr-do-sol, e as púrpuras, para mar ou mata”, comenta a médica.

Não se esqueça de higienizar

Outro ponto de atenção é em relação à limpeza regular das lentes. “O indicado é que sejam higienizadas com produtos específicos, vendidos, geralmente, na mesma loja onde os óculos são comprados. Na falta, pode-se usar detergente e água corrente. Mas, cuidado para não arranhar as lentes na hora de secar. O lenço que vem na caixa dos óculos pode ser usado apenas quando as lentes estão secas e limpas, para não riscá-las”, reforça.


Talvez você também goste