Saúde & Bem-estar

Começar exercícios físicos depois dos 40 não é tarde demais, saiba agora como e por que começar

E quando você apaga as velinhas do seu superbolo de aniversário e se torna oficialmente um “Quarentão” ou uma “Quarentona”, com muito orgulho claro, começam as resoluções do seu ano novo! E se um dos seus novos objetivos para a nova jornada é começar a correr depois dos 40, meus parabéns!

Segundo estudo publicado no Congresso EuroPRevent 2014, na Holanda, começar exercícios físicos depois dos 40 não é tarde demais! Portanto não desanime e inicie suas atividades!

Qual o primeiro passo para correr depois dos 40?

Exames médicos prévios são indicados para qualquer idade, mas de acordo com a Sociedade Brasileira de cardiologia, após os 40, o check-up é obrigatório antes do início das atividades, sobretudo o teste ergométrico.

Feito o primeiro passo, você deverá procurar orientação para início da uma atividade resistida (musculação ou pilates) para criar uma boa base muscular e evitar lesões desnecessárias.

Segundo a Nutricionista e Personal Trainer Tais Rímoli, uma das maiores causas de desistência é justamente a falta de orientação profissional, pois é muito frequente que o ajuste alimentar seja necessário bem como os treinos de base para que o iniciante não se machuque.

Mas faço os exercícios resistidos antes ou depois da corrida?

Esta é uma boa pergunta! Neste momento é muito importante estar com um profissional de educação física que lhe oriente de acordo com o objetivo do seu treino quando realizar um ou outro, o ideal é que esteja dentro de uma programação de treino e repouso onde uma atividade não atrapalhe a outra e assim você consiga obter os benefícios das duas atividades.

Benefícios da corrida depois dos 40:

Melhora o estado de espírito;
Melhora a memória;
Aumenta a disposição física e mental;
Melhora a ansiedade e tensão
Melhora o sistema imunológico;
Melhora a concentração;
Reduz a gordura corporal;
Melhora da qualidade do sono;
Melhora capacidade cardiovascular e pulmonar;
Melhora os níveis de colesterol;
Melhora a força de membros inferiores;
Auxilia na redução da osteoporose;
Diminuição da pressão sanguínea.

Existe ainda relato de alguns corredores demonstrando uma sensação tão relaxante que chegam a comparar o momento único da corrida como uma forma de meditação.

Qual a diferença de correr na esteira ou no parque?

Não existe melhor ou pior, tudo depende de seus objetivos e condições. Na esteira você tem o impacto diminuído, controla a velocidade e inclinação, tem chance de hidratação mais fácil, em muitos locais até mesmo ar-condicionado, televisão etc e também em contrapartida o treino fica um pouco monótono.

Já no parque, tem o atrito do vento, irregularidades de terreno, você acaba ficando dependente das condições climáticas como sol, chuva, frio, não tem o conforto da academia, mas tem muito ar puro para respirar, e muito que se distrair num parque. A dica é aproveitar um pouco do que cada situação propicia a você.

Então vamos às dicas para você começar definitivamente a correr depois dos 40:

Como citado acima, primeiramente procure seu médico;
Procure um professor de educação física para lhe orientar a forma mais correta de organizar seus treinos (dias, horário, descansos, troca de treino, etc.);
Passe com um nutricionista, que lhe ensinará a se alimentar de acordo com o tipo de corrida que você decidir praticar, não se esqueça de que é muito comum as pessoas engordarem depois que começam a correr, pois acham que podem comer de tudo, a qualquer hora, ou mesmo se enganam com a suplementação de carboidrato;
Mantenha objetivos plausíveis e coerentes com seu treino, nunca inicie já querendo uma maratona, seja gradativo;
Seja persistente, nem sempre os dias de treino serão muito fáceis, poderá estar mais cansado, com compromisso dentre outros percalços, mas não desista, os benefícios vêm da regularidade;
Procure um tênis adequado, (se puder fazer o teste da pisada que algumas lojas de tênis oferecem) será melhor, caso não tenha esta possibilidade procure um com um bom amortecimento, e procure variar os pares também;
Inicialmente é muito comum dores espalhadas e alternadas pelo corpo: um dia no joelho, outro na canela etc. Estas dores podem ser de adaptação do seu corpo ao novo estímulo, mas avise seu professor e caso elas persistam é necessário que procure orientação médica;
Aprenda a postura correta da corrida com seu professor, para aperfeiçoar seus resultados bem como para que não sinta dores indesejadas;
Vista-se com roupas leves e agradáveis;
Aqueça sempre antes dos treinos;
Hidrate-se sempre muito bem, antes, durante (quando possível) e depois;
Jamais inicie sua corrida em jejum;
Respeite sua individualidade biológica, não se compare com as outras pessoas;
Alongue especialmente depois da corrida;

E uma das dicas mais legais! Procure o estímulo dentro de você! Pode correr com os amigos, pode fazer amigos correndo, divirta-se, curta este seu momento, mas sempre saiba que o maior compromisso é com você, com sua saúde!

Leave a Comment

Your email address will not be published.


Talvez você também goste