Diversão TV, Filmes & Séries

Faustão esclarece polêmica após chamar presidente de “imbecil”

Foto: Reprodução/TV Globo

Foi ao ar neste domingo (6), um desabafo de Fausto Silva sobre a política brasileira.

A fala foi gravada no dia 3 de novembro quando Michel Temer ainda era presidente do país. Porém, como o discurso foi exibido no início de 2019, o público do Domingão creditou a bronca do apresentador a Jair Bolsonaro.

“Na hora do Carnaval e da seleção, o brasileiro é um povo que tem união, tem solidariedade, tem uma integração. Por que isso não acontece nas coisas sérias? Lutar por educação, saúde pública, contra a corrupção, contra a incompetência. O imbecil que está lá, e não deveria estar, pode até ser honesto, mas é um idiota que está ferrando com todo mundo (…)”, despejou Fausto.

Veja o desabafo:

Repercussão

Devido a repercussão do caso, Fausto gravou um vídeo para esclarecer que ele não mencionou nomes no discurso dele. E que o programa era gravado.

“O programa de Domingo passado foi gravado. Ainda assim, em nenhum momento eu falei a respeito do atual presidente, muito menos dos eleitores com o termo imbecil. Quando usei a palavra eu usei para explicar que muitas vezes o político imbecil que não está preparado para ser eleito acaba entrando na onda da vaidade e esquecendo do país”, disse.

Assista à explicação na íntegra:


Talvez você também goste