Esportes Futebol

Atlético-GO triunfa sobre inconstante Luverdense e amplia série invicta

[mp_script_post_header]

Na noite desta terça-feira, o Atlético-GO recebeu o Luverdense, no Estádio Serra Dourada, e ampliou seu retrospecto invicto no Campeonato Brasileiro da Série B. O triunfo por 3 a 0, válido pela 31ª rodada e construído com gols de Diogo Campos e Kayke (duas vezes), fez os comandados de Wagner Lopes atingirem a marca de seis jogos sem insucessos. Fator que mantém o Dragão sonhando, ainda que de maneira remota, com o retorno à elite.

Somando 46 pontos, o Dragão ocupa o oitavo posto, distando seis unidades do Avaí, quarto colocado. Por sua vez, o Verdão do Norte, estacionado nos 40, segue trilhando uma trajetória inconstante na Segunda Divisão, aparecendo na 12ª colocação.

O próximo compromisso dos rubro-negros ocorre neste sábado, às 17h20 (de Brasília), diante do Náutico, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE. Já o LEC mede forças com o Oeste, no mesmo dia, mas às 21 horas, no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT.


Kayke brilha e define confronto ainda no primeiro tempo

Atuando em seus domínios, o Atlético-GO inaugurou o marcador logo aos 18 minutos. Após receber cruzamento preciso de Diogo Campos, Jorginho escorou de cabeça para Kayke e viu o centroavante dominar no peito e emendar uma bela bicicleta, que entrou no canto direito, deixando Gabriel Leite estático. O tento digno de lembrança mudou o panorama da partida, monótona até então.

Motivado pelo tento anotado, Kayke criou duas grandes chances para ampliar a vantagem: com 21 jogados, recebeu bom cruzamento da ponta direita e concluiu de pé esquerdo, com liberdade na área. Atento, o arqueiro mandante caiu no lado esquerdo para segurar firme. Quatro minutos mais tarde, o camisa 9 aproveitou bola alçada no domínio mato-grossense, em cobrança de falta, mas encobriu o travessão de Gabriel Leite.

De tanto pressionar, Kayke anotou o segundo gol quando o relógio apontou a marca dos 29: o atacante recebeu um bom passe de Diogo Campos, invadiu a área e desferiu um petardo indefensável, no canto direito da meta alviverde. Visivelmente abatido, o Luverdense sofreu o terceiro tento aos 40. O inspirado camisa 9 recebeu em profundidade, driblou Gabriel Leite e serviu Diogo Campos, que só teve o trabalho de empurrar para as redes desprotegidas.


Interino faz alterações, mas não balança a rede do Atlético-GO

Insatisfeito, o técnico interino do Luverdense, Maico Gaúcho, retornou do intervalo com o ex-palmeirense Rondinelly na vaga do lateral Ricardo. A ofensividade tornou-se ainda mais flagrante aos 17 minutos, quando o atacante Felipe Alves entrou na vaga de Washington. Contudo, o Verdão do Norte prosseguia como um mero coadjuvante.

Aproveitando os espaços deixados pela ofensividade visitante, o Atlético-GO quase foi às redes com 32 jogados: Mateus Caramelo arriscou de longe e mandou a bola rente à trave de Gabriel Leite. O gol de honra dos mato-grossenses quase veio com o habilidoso Misael, aos 37 minutos. Entretanto, a finalização colocada do atacante acabou espalmada pelo experiente Márcio.


Talvez você também goste