Esportes

Bernardinho quer reação da equipe para evitar novas derrotas

[mp_script_post_header]

As duas derrotas para a Itália, ambas por 3 sets a 1, em Jaraguá do Sul, pela Liga Mundial de Vôlei, trouxeram a realidade sobre a atual situação do time de Bernardinho. O treinador avisa que o grupo não jogou todo o seu vôleibol e que derrotas como aquelas não podem ocorrer novamente. “Ainda estamos abaixo do que podemos. Vamos trabalhar ainda mais para que esses resultados não se repitam”. Com os revéses diante dos italianos, a Seleção Brasileira não conseguiu pontuar no Grupo A. O discurso do oposto Theo não difere muito ao de seu comandante: “Claro que não era o que esperávamos, mas sabemos que a equipe ainda tem muito a crescer. Está só no começo e não dá para desanimar com as derrotas. Temos que trabalhar ainda mais porque o campeonato é longo”. Já o central Sidão, tem a receita para o Brasil reagir na competição: “Qualquer derrota é ruim. Agora temos que ter a cabeça tranquila, estudar muito o que erramos e sei que nosso time tem competência para sacar muito melhor do que fizemos nesses dois jogos. Acho que a nossa virada começa por aí. Sacando melhor, consequentemente, o bloqueio vão funcionar melhor e o ataque também. Mas sabemos que não é só isso. Temos que pensar no contexto geral. Não é fácil perder, mas ainda estamos no começo do campeonato. Vamos lutar, batalhar todos os dias para corrigir os erros”. O próximo compromisso dos comandados de Bernardinho, pela Liga Mundial, será na próxima sexta-feira, contra a Polônia, em Maringá.


Talvez você também goste