Esportes

Contratos finais do Mané poderão ser retomados

[mp_script_post_header]
Brasil247

Juliane Sacerdote _Brasília 247 – A proximidade da Copa das Confederações, marcada para começar no dia 15 de junho, fez com que o Tribunal de Contas do Distrito Federal liberasse duas licitações relacionadas à construção do Estádio Nacional de Brasília.

A primeira delas diz respeito às obras de urbanização e paisagismo ao redor do Mané Garrincha. Os conselheiros, em sessão nesta quinta-feira 14, decidiram liberar a pré-qualificação para o pregão.

A suspensão data do dia 7 de fevereiro, quando os auditores encontraram diversas falhas. O projeto, orçado em mais de R$ 305 milhões, prevê a construção de dois túneis: o de ligação entre a arena e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães e o que sai do Parque da Cidade em direção ao Clube do Choro. A proposta também prevê a construção de uma ligação entre as W4 e W5 Norte e Sul, além de toda a parte de infraestrutura fora do estádio, ou seja, a área de acesso para os pedestres.

Segundo os auditores, não existiam as licenças ambiental e de autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o detalhamento do projeto básico e das etapas de execução. As deficiências nas planilhas de preços foram outra falha encontrada.

Em nota, o Tribunal de Contas do DF informou que a liberação da pré-qualificação não desobriga a Companhia Urbanizadora da Nova Capital de explicar as irregularidades apontadas, e que isso vai ser que feito “ao final” dessa fase, a Novacap deverá apresentar “documentos comprobatórios de que as falhas do edital foram sanadas”.

Comunicação visual

Na sessão desta quinta-feira 14, os conselheiros do TCDF também decidiram liberar a concorrência que irá contratar a empresa responsável pela comunicação visual da arena da capital do país. Essa licitação também tinha sido suspensa com indícios de sobrepreço, que chegaram até 54% em algumas peças listadas pelo edital. A medida, segundo a assessoria do órgão, é “excepcional”.

Ainda segundo a Corte de Contas, a liberação do pregão foi feita, mas a Novacap deve prestar os esclarecimentos necessários e “provar que os valores estão de acordo com os praticados no mercado”.

No início da semana, o governador Agnelo Queiroz voltou a colocar o dia 21 de abril como data da inauguração da arena. Até agora, 90% das obras estão concluídas. Agora o governo local corre contra o tempo para instalar as cadeiras, os placares eletrônicos e o gramado.

O primeiro jogo da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão, já vendeu todos os ingressos disponíveis. Ou seja, a partida vai ter casa cheia, cerca de 70 mil torcedores.

Em nota, o GDF comemorou a liberação das licitações: “Quero elogiar a ação do Tribunal de Contas, que entendeu a relevância da matéria e, num prazo exíguo, liberou a continuidade das licitações para que, no curso do processo, as ressalvas fossem atendidas. As respostas do Tribunal têm sido extremamente céleres. Sabemos que estamos do mesmo lado na busca pela preservação do interesse público”, informou o secretário Extraordinário da Copa, Claudio Monteiro.



Talvez você também goste