Esportes Futebol

Diretor alemão diz que Brasil precisa investir em formação

[mp_script_post_header]

Ao fazer 7 a 1 no Brasil no caminho para seu quarto título mundial, a Alemanha mostrou estar, ao menos no momento, bem à frente do pentacampeão país do futebol. Para o ex-jogador Oliver Bierhoff, hoje diretor técnico da seleção alemã, a recuperação brasileira passa pelo trabalho na base.

“A lição é que o sucesso não vem do acaso. Tem que trabalhar, investir em educação. Tem que dar mais e mais, investir em treinadores, nas federações e nos clubes. Quero dizer que o Brasil é o país do futebol, tem talentos suficientes. Tem apenas que ter mais investimento na formação”, afirmou.

O dirigente evitou um discurso superior, apontando que a história poderá ser diferente na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. “É momento. Nós mostramos nosso jogo, temos muitos jogadores de qualidade. É um grande momento para nós, mas isso não significa necessariamente que será assim daqui a quatro anos”. Lições ao Brasil à parte, Bierhoff comemorou a sonhada quarta conquista da Alemanha. Vice-campeã com um time limitado em 2002, perdendo justamente para a Seleção na decisão, a equipe havia chegado a todas as semifinais desde então, sem conseguir superá-las.

“É um prêmio para o futebol alemão. Nós começamos em 2000, com muitos investimentos em educação dos jogadores, nos clubes, nas federações. Fomos realmente fantásticos. Chegamos perto nas últimas edições e agora conseguimos o título”, comemorou o ex-atacante.


Talvez você também goste