Esportes

Santos inicia conversas com Gabigol e dará aumento adiantado

[mp_script_post_header]


O Santos iniciou conversas para a renovação contratual do atacante Gabriel Barbosa, artilheiro da equipe no temporada, com 13 gols. O presidente do clube, Odílio Rodrigues, externou que já se reuniu por duas vezes com o estafe do atleta, encabeçado pelo empresário Wagner Ribeiro, e que o clube dará um aumento salarial prévio ao camisa 7 a partir do próximo mês, antes mesmo da conclusão das negociações. “Estamos conversando com o Gabriel, estamos em negociações. Já nos reunimos com o Wagner Ribeiro, então está em aberto”, disse o mandatário. “A conversa foi boa. Fizemos duas e estamos trabalhando para concretizar, de antemão, um reajuste no salário dele. Depois disso, vamos discutir outros componentes do contrato: o tempo, as luvas… estamos discutindo os termos, mas já concordamos em providenciar um aumento salarial”, completou. Gabriel tem contrato com o clube até 24 de setembro de 2015 e preocupa os dirigentes pelo recente histórico de problemas para renovar com suas principais promessas. Neilton e Victor Andrade, apontados como sucessores de Neymar, são os principais casos. O primeiro despontou no último Campeonato Brasileiro, mas não acertou a renovação, acabou encostado e deixará o clube no próximo dia 30. Victor Andrade tem vínculo até setembro e,, também, não deve permanecer. O camisa 7 ainda cumpre o primeiro vínculo profissional com o clube, assinado no fim de  2012, e recebe cerca de R$ 50 mil mensais. Apesar de jovem, Gabigol ganhou moral pelo bom desempenho na temporada atuando em mais de uma posição no setor ofensivo. Foi o responsável por seis dos últimos 13 gols do Santos, todos marcados após a fatídica perda do Campeonato Paulista para o Ituano. O Santos possui 60% dos direitos econômicos do atleta, enquanto os outros 40% são da família. Gabriel é ao lado de Giva e Victor Andrade um dos três jovens inclusos no acordo de preferência de compra ao Barcelona, da Espanha, firmado na venda do atacante Neymar. O clube catalão pagou 7,9 milhões de euros (R$ 24 milhões à época). Na atual temporada, o clube renovou o contrato do atacante Geuvânio, então um dos menores salários do elenco, e de boa parte da geração campeã da última Copa São Paulo.


Talvez você também goste