Esportes Futebol

São Paulo acerta venda de Paulo Miranda e ainda aguarda Denilson

[mp_script_post_header]

O São Paulo acertou na tarde desta quinta-feira a venda do zagueiro Paulo Miranda para o Red Bull Salzburg, da Áustria. O presidente Carlos Miguel Aidar se reuniu com o empresário André Cury, representante do jogador, e aceitou a proposta que gira em torno de 3 milhões de euros (cerca de R$ 10,4 milhões), dos quais terá direito a 40%, cerca de 1,2 milhão de euros (R$ 4,1 milhões).

Agora, para a negociação ser totalmente concluída, Paulo Miranda precisa se apresentar ao novo clube para realizar exames médicos e assinar contrato. Na Áustria, ele receberá salário de aproximadamente 800 mil euros por ano (cerca de R$ 2,7 milhões). Nesta quinta-feira, ele correu no gramado pela primeira vez após se recuperar de uma lesão na coxa esquerda. No clube desde 2012, ele disputou 138 partidas e fez cinco gols. Este ano, 11 jogos e dois gols.

André Cury também toca a negociação pelo volante Denilson, mas o jogador ainda não respondeu se aceitará se transferir para o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos. Entre os clubes, já está tudo acertado. Os árabes topam pagar 3,1 milhões de euros (cerca de R$ 10,7 milhões), dos quais o São Paulo teria direito também a 40%, cerca de 1,3 milhão de euros (cerca de R$ 4,5 milhões), valores referentes à porcentagem do clube nos direitos econômicos do jogador. Outros 50% são de investidores e 10%, de Denilson.

A diretoria tem a expectativa pela venda do volante porque estima economia de R$ 12 milhões até dezembro de 2017, data do término do contrato de Denilson. Ele custa cerca de R$ 400 mil por mês ao Tricolor, em salários e luvas contratuais. Nesta quinta, o camisa 15 também treinou, mas no Reffis, já que na última quarta-feira machucou o joelho direito. Exame médico feito depois, porém, não constatou lesão.

Revelado pelo São Paulo, Denilson tem 211 jogos pelo clube e um gol. Neste ano, disputou 24 jogos e não marcou gol. O técnico Juan Carlos Osorio conversou com o jogador sobre a proposta e pediu para ele permanecer, com o argumento de que é um dos principais jogadores do elenco. Denilson balançou.


Talvez você também goste