Esportes Futebol

Vice na arquibancada? Santos não fará metade da renda rival

[mp_script_post_header]

O Santos já sabe que não conseguirá reverter uma vantagem do Palmeiras na busca pelo seu 21° título do Campeonato Paulista : a bilheteria. Pelo contrário, a renda do rival será, pelo menos, três vezes maior a dos santistas mesmo com ingressos majorados. O clube, necessitado de receitas para amortizar dívidas, principalmente salariais, ameniza e diz que conquistará o título para compensar. A equipe precisará reverter desvantagem pela derrota por 1 a 0 no primeiro jogo, no último domingo.

Os palmeirenses fizeram R$ 4,1 milhões de renda bruta na decisão, R$ 3 milhões líquidos, já diminuídos os encargos e gastos obrigatórios. O público foi de 39.479 pessoas.

“Nós vamos fazer R$ 4,5 milhões: R$ 1,5 milhão de renda e R$ 3 milhões do prêmio do campeonato”, disse o presidente Modesto Roma Júnior, logo após o primeiro jogo.

A frase do mandatário tem como base os R$ 3 milhões dados ao vencedor da competição, o vice fica com R$ 1 milhão, mais a renda prevista pelo clube na final.

O Santos, em seu melhor público e renda na Vila Belmiro no ano, faturou R$ 720 mil, sendo só 339 mil o valor final com os descontos. O público foi de 13.459. Tendo como base o valor cobrado para cada setor, a arrecadação estimada para a decisão é de pouco mais de R$ 1,3 milhão.

O clube tem feito de tudo para amenizar a má fase financeira. Só para as finais, acertou quatro patrocínios: Museu Pelé, no espaço master; Joli, barra traseira da camisa; Rafarillo Calçados; barra frontal, e a 99Taxis, nos ombros.

Modesto tinha como promessa ao elenco começar a quitar parte dos direitos de imagem atrasados até o fim de abril, mas, com receitas bloqueadas, adiou o pagamento para depois do Campeonato Paulista.

“Estamos muito focados nesses dois últimos jogos do Paulista. Primeiro, temos que fazer excelentes jogos para depois pensar em salário, imagem ou bicho (premiação pela vitória). O presidente tem a nossa confiança, cumpriu a parte do pagamento em carteira, e está fazendo o possível e o impossível pra a imagem. Não tem nenhum prazo, estamos focados só nas finais”, minimizou o lateral esquerdo Chiquinho.

Sem a arrecadação dos sonhos, o Santos buscará outros recursos para o seu principal problema, o título se tornou fundamental. Para ser campeão, precisa vencer por dois gols de diferença. Se vencer por um, a decisão acontecerá nos pênaltis. O empate dá o título ao Palmeiras.


Talvez você também goste