27°C 20°C

São Paulo, SP

25°C 19°C

Curitiba, PR

27°C 18°C

Belo Horizonte, MG

32°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

28°C 19°C

Porto Alegre, RS

31°C 23°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 01 de Junho de 2012 - 11h17

Polícia descobre ossadas humanas enterradas na Universidade São Marcos

Brasil 247
DIVULGAÇÃO
247" Uma cena de terror, ainda não totalmente esclarecida pela polícia, tomou conta da Universidade São Marcos. Mais precisamente, da Faculdade de Ciências Biológicas, que está sob intervenção e com seus cursos suspensos. Uma denúncia anônima informou à polícia civil, na quarta-feira 30, da existência de ossadas enterradas no ambiente externo da escola. Em diligência, encontraram-se uma série de restos mortais humanos, entre eles 15 crânios e três fetos.Abaixo, nota oficial da Polícia Civil, que ainda investiga a origem das ossadas e a responsabilidade pelos enterros:

DHPP investiga ossadas enterradas na São Marcos

O delegado diretor do DHPP, Jorge Carrasco, enviou nota explicativa a esta assessoria de imprensa a respeito do caso das ossadas encontradas no terreno da Universidade São Marcos. Leia:

"Nesta quarta-feira 30, a 5ª Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes contra Criança e Adolescente - Divisão de Homicídios do DHPP, recebeu denúncia anônima informando que, num terreno da Universidade São Marcos, estariam enterradas ossadas humanas.

A delegada Cíntia Tucunduva instaurou inquérito imediatamente e pediu à Justiça um mandado de busca e apreensão para ir até o local e comprovar o que havia sido denunciado. O mandado foi expedido.

A delegada pediu auxílio do Canil da Polícia Militar. No local, graças ao faro apurado dos cães, foram encontrados 15 crânios, vários ossos, 3 fetos, uma criança sem cabeça e sem mãos e um cadáver adulto sem as pernas.

As investigações apontaram que a Faculdade de Ciências Biológicas - Universidade São Marcos está sob intervenção e com os cursos suspensos. Em contato com o auxiliar de manutenção P.L.E., a polícia soube que ele próprio teria enterrado os cadáveres a mando do coordenador administrativo S. R.S..

Ambos foram levados para a delegacia, acompanhados da reitora da instituição, M.A.V., que é ex-perita judicial, odonto-legista. A polícia prossegue nas investigações para esclarecer o que houve.

Jorge Carlos Carrasco
Delegado de Polícia Diretor do DHPP"

 

publicidade:

publicidade:

publicidade: