25°C 15°C

São Paulo, SP

22°C 13°C

Curitiba, PR

26°C 18°C

Belo Horizonte, MG

28°C 18°C

Rio de Janeiro, RJ

29°C 17°C

Porto Alegre, RS

31°C 23°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018 - 13h24

Livraria Cultura apresenta pedido de recuperação judicial

Agência Brasil

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Endividada e confrontada com o aumento das vendas pela internet, a tradicional rede de livrarias Cultura entrou com um pedido de recuperação judicial junto à 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

 

Em nota, a Cultura explicou que decidiu recorrer ao processo de reorganização econômica e administrativa judicial após ter implementado “um duro programa de ajustes” que resultou no fechamento de lojas, demissões, corte de despesas e revisão de seu plano de negócios. A empresa garante que o objetivo do pedido de recuperação é normalizar, “em curto espaço de tempo”, os compromissos de pagamentos firmados com seus credores e fornecedores, “preservando, assim, a saúde da empresa, criada em 1947, os empregos e gerando mais estímulos para crescer”.

 

Segundo a Cultura, além das atuais “incertezas do cenário econômico”, o mercado editoral brasileiro encolheu nos últimos anos, levando as livrarias a enfrentarem dificuldades. “Infelizmente, após quatro anos de recessão, o cenário geral no país não apresenta sinais claros de melhoria”, informou a empresa, ao mesmo tempo em que diz estar com planos de operar com menos lojas físicas, apostando mais nas vendas pela internet.

 

Fnac fechada

Na semana passada, a Livraria Cultura encerrou as operações da rede de livrarias e produtos eletrônicos Fnac, fechando as portas da última loja que ainda funcionava no Brasil, em Goiânia. A Cultura assumiu as operações da rede francesa de livrarias no Brasil em julho de 2017. Instalada no país desde 1999, a Fnac chegou a ter 12 lojas, em sete unidades da federação. Todos os pedidos pendentes de antigos clientes da Fnac estão sendo atendidos pela Livraria Cultura.

 

A Cultura já teve 18 lojas em oito unidades da federação. Hoje, tem 15 unidades instaladas na Bahia, no Ceará, no Distrito Federal, no Paraná, no Rio Grande do Sul, em Pernambuco e em São Paulo. A empresa garante que não tem planos de fechar mais lojas e anunciou que o ponto do Flamboyant Shopping Center, em Goiânia, antes ocupado por uma filial da Fnac, passará a ser uma Livraria Cultura. O local está sendo reformado e deverá ser reinaugurado no primeiro semestre de 2019.

 



publicidade:

publicidade:

publicidade: