32°C 20°C

São Paulo, SP

31°C 18°C

Curitiba, PR

32°C 20°C

Belo Horizonte, MG

37°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

35°C 23°C

Porto Alegre, RS

34°C 24°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2019 - 15h53

Mulher é morta a tiros no Rio e namorado é suspeito de ser o mandante

Agência Brasil

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Mais um crime de feminicídio foi registrado no Rio. Valcirleia Ferreira Marques, de 36 anos, foi morta com três tiros tiros na noite de terça-feira (26), no bairro Engenheiro Belford, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

 

Segundo a Polícia Civil, o mandante do crime é o namorado da vítima, com quem Valcilene tem um filho de seis meses. Ele foi preso logo em seguida ao crime e apontado como o mandante da execução.

 

De acordo a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Reginaldo Luiz Bonizioli foi preso por policiais militares na noite de ontem, por envolvimento na morte de Valcirleia. Ele discutia com a namorada quando um homem passou de moto e fez vários tiros contra a mulher. O autor dos disparos fugiu, mas Reginaldo foi preso por populares. No celular dele, a polícia encontrou troca de mensagens com o matador, mandando ele vir logo porque a vítima estava perto da porta de casa.

 

A polícia já sabe também que Valcirleia vinha cobrando dele um posicionamento para assumir o filho do casal. Ele era casado e queria manter o relacionamento em segredo.

 

As equipes da Polícia Civil estão realizando diligências para prender o autor do homicídio, que já está identificado, e as investigações estão em andamento.

 

Valcirleia tinha outros três filhos menores de idade: duas adolescentes de 17 e 14 anos e um adolescente de 13 anos.

 

Feminicídio é o assassinato de uma mulher pelo simples fato de ser mulher. Os motivos mais comuns são o ódio, o desprezo ou o sentimento de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres. 

 

Fonte: Agência Brasil



publicidade:

publicidade:

publicidade: