33°C 19°C

São Paulo, SP

29°C 19°C

Curitiba, PR

33°C 21°C

Belo Horizonte, MG

37°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

29°C 23°C

Porto Alegre, RS

34°C 24°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2019 - 17h30

Justiça mantém Marcinho VP no Presídio Federal de Catanduvas

Agência Brasil

Foto: Reprodução/Record

 

A Justiça do Rio de Janeiro atendeu ao pedido da Procuradoria-Geral do Estado e renovou o prazo de permanência de Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. Com a decisão do desembargador relator Cláudio Tavares de Oliveira Junior, da 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, Marcinho VP não poderá retornar para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

 

Segundo o magistrado, o traficante é um dos principais líderes da facção criminosa Comando Vermelho e exerce forte influência na coordenação das atividades ilícitas da facção criminosa. A permanência dele fora do estado do Rio de Janeiro é necessária para dificultar a comunicação com seus comparsas.

 

O desembargador argumentou que o retorno de Marcinho VP para o sistema prisional do Rio poderia gerar grande instabilidade e insegurança nas áreas em que ele exerce influência.

 

Marcinho VP está preso fora do Rio de Janeiro desde 2007. De acordo com a legislação em vigor, o tempo máximo de permanência de um detento nos presídios federais de segurança máxima é dois anos, mas de acordo com o entendimento do Supremo Tribunal Federal, o prazo pode ser renovado indefinidamente, desde que existam razões que justifiquem a decisão.

 

Fonte: Agência Brasil



publicidade:

publicidade:

publicidade: