29°C 18°C

São Paulo, SP

26°C 14°C

Curitiba, PR

33°C 22°C

Belo Horizonte, MG

34°C 20°C

Rio de Janeiro, RJ

21°C 17°C

Porto Alegre, RS

29°C 23°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 02 de Maio de 2013 - 11h17

Motoristas ignoram sindicato e transporte coletivo para em Goiânia

Brasil 247

Brasil247


A Redação_ Os terminais de ônibus de Goiânia amanheceram lotados nesta quinta-feira (5/2), devido à greve dos motoristas do transporte coletivo. A expectativa da Rede Metropolitana do Transporte Coletivo (RMTC) é de que a circulação dos ônibus se normalize ao longo do dia, pois houve um acordo assinado na noite de quarta-feira (1/5) entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Goiás (Sindittransporte), representando a categoria, e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (Setransp). De acordo com a assessoria de imprensa do Setransp, o Sindittransporte se comprometeu a informar os motoristas sobre o acordo e sobre a não paralização do serviço. Segundo a assessoria, como o tempo entre o acordo e o início da greve foi muito curto, não foi possível comunicar a todos os motoristas. Várias linhas do transporte estão atrasadas e os terminais ficaram lotados por causa da paralização de parte dos motoristas. A Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) não informou o número de motoristas em greve. A RMTC informou que atuou como conciliadora da negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Goiás (Sindittransporte) e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (Setransp).

Os motoristas estão em greve porque não aceitam a proposta de reajuste salarial de 9% apresentada pelas empresas. A greve ocorre à revelia dos dois sindicatos da categoria, que por conta própria já haviam fechado acordo com as exploradores do serviço.












publicidade:

publicidade:

publicidade: