29°C 15°C

São Paulo, SP

29°C 13°C

Curitiba, PR

29°C 15°C

Belo Horizonte, MG

32°C 17°C

Rio de Janeiro, RJ

32°C 17°C

Porto Alegre, RS

28°C 22°C

Salvador, BA

Terça-feira, 12 de Setembro de 2017 - 05h15

Projeto abre 300 vagas para empreendedores de comunidades do Rio

Agência Brasil

 

O projeto A Arte Gerando Renda está com 300 vagas abertas para oficinas de carnaval, estética e artes cênicas, que englobam aulas de maquiagem social e artística, decoração de unhas, fantasias e adereços, artesanato, turbantes e tranças afro e grafite. As aulas têm o objetivo de profissionalizar jovens e adultos na Rocinha, zona oeste da cidade, e Piedade, zona norte, para que possam trabalhar nessas áreas, tornando-se microempreendedores.

 

Iniciativa da organização não governamental (ONG) Favela Mundo, que já beneficiou 4.416 crianças e jovens de 125 comunidades do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense, o projeto A Arte Gerando Renda tem patrocínio da prefeitura carioca, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, além da concessionária Linha Amarela S.A. (LAMSA) e MetrôRio, e apoio do Instituto Invepar. As inscrições para as oficinas serão abertas no próximo dia 11. As aulas começarão no dia 10 de outubro e irão até 23 de dezembro.

 

Segundo informou à Agência Brasil o diretor da ONG, Marcelo Andriotti, um dos objetivos da oficina é fomentar a ideia que essas pessoas possam criar cooperativas e se transformar em empreendedores, gerando renda para a própria família e conseguindo independência financeira, por meio do que aprendem nas oficinas.

 

Procura

O projeto existe desde 2014. A primeira edição foi feita no Morro do Timbau, no Complexo da Maré. No ano passado, ocorreu nas favelas do bairro da Piedade. Este ano, houve um primeiro módulo, iniciado em agosto, que termina em outubro, na Rocinha e em Piedade. Nessa primeira etapa, Andriotti disse que a ONG "teve a grata surpresa de, em menos de três dias, ver que todas as oficinas estavam lotadas. O curso de maquiagem social, um dos mais procurados, teve lista de espera, e a gente pretende repetir o mesmo sucesso nesse segundo módulo, a partir de outubro".

 

A intenção da ONG é que o projeto beneficie a cada ano uma comunidade diferente, abrangendo territórios que não têm projetos sociais. Várias favelas e associações de moradores querem participar do projeto.

 

"A ideia é essa, para a gente conseguir ampliar cada vez mais a independência financeira das pessoas ou que elas consigam gerar renda dentro da própria comunidade. A gente sabe da dificuldade que está para obter emprego atualmente". Marcelo Andriotti destacou que mesmo durante o próprio curso, os alunos podem gerar renda imediata, na medida em que aplicam dentro da comunidade onde vivem as orientações que recebem na oficina.

 

Cada curso tem duração de dez semanas, com aulas semanais. Ao final, os participantes recebem certificado e podem estagiar em barracões de escolas de samba e produções teatrais.

 

A ONG Favela Mundo foi fundada em 2010. O projeto A Arte Gerando Renda tem reconhecimento da Organização das Nações Unidas e foi destaque no site e redes sociais da entidade no Dia Mundial Pela Paz, em 2015.

publicidade:

publicidade:

publicidade: