23°C 15°C

São Paulo, SP

20°C 13°C

Curitiba, PR

23°C 14°C

Belo Horizonte, MG

27°C 16°C

Rio de Janeiro, RJ

23°C 10°C

Porto Alegre, RS

29°C 22°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 11 de Maio de 2018 - 14h49

Estações de metrô de SP participam da campanha "Meça Sua Pressão"

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Chega ao fim no próximo 17 de maio, Dia Mundial da Hipertensão, a campanha Meça Sua Pressão, iniciativa da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), que visa alertar a população sobre os riscos da pressão alta, mal que pode matar jovens e adultos. 

 

No dia 17 de maio, das 9h às 16:30h, haverá ações simultâneas no Metrô Higienópolis e no Terminal Jabaquara da EMTU. Médicos, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos, enfermeiros, farmacêuticos e assistentes sociais orientarão os cidadãos sobre os cuidados om a pressão alta.

 

A campanha Meça Sua Pressão, que teve início em 26 de abril, Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, orientou os cidadãos sobre a importância de se realizar a aferição regular da pressão arterial, e como prevenir a hipertensão arterial. 

 

Oficinas de saúde para os pacientes 

“Teremos diversas oficinas para esclarecer os cidadãos. A da enfermagem fará a medição da pressão e reforçará as pessoas a importância de ter regularmente a sua pressão medida por um profissional de saúde. As nutricionistas vão abordar a alimentação saudável e mudança de hábitos à mesa, enquanto os professores de educação física pontuarão a relevância da atividade física.

 

Haverá ainda psicólogos que orientarão sobre como lidar melhor com o estresse e, para que aqueles que já estão hipertensos, a aceitar o diagnóstico e que o tratamento permite uma vida normal”, adianta Luiz Bortolotto, diretor científico da SBH.

 

Fatores de risco 

Obesidade, histórico familiar, sedentarismo, consumo excessivo de sal, abuso de álcool, e estresse são algumas das causas da doença que pode levar a um enfarto, derrame cerebral e insuficiência renal se não tratada. “A enfermidade ataca em qualquer idade e não faz distinção de sexo”, ressalta Grazia.

 

Para evitar a hipertensão ou para controlá-la, é preciso abandonar o cigarro, praticar atividade física, controlar o estresse e diminuir a ingestão de sal. “O excesso de peso também é um fator de risco importante. Por isso, faremos o cálculo do IMC (Índice de Massa Corpórea), que é como identificamos a obesidade, mas ressalto que é preciso mudar os hábitos para não correr o risco de sofrer de hipertensão”, conclui.

 

publicidade:

publicidade:

publicidade: