26°C 18°C

São Paulo, SP

21°C 16°C

Curitiba, PR

27°C 19°C

Belo Horizonte, MG

33°C 18°C

Rio de Janeiro, RJ

25°C 19°C

Porto Alegre, RS

34°C 24°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2019 - 11h07

Saiba como aliviar o calor da menopausa no dias quentes

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Divulgação 


A médica ginecologista e obstetra Dra Ana Carolina Lúcio Pereira, de São José dos Campos-SP, revela o que as mulheres no período da menopausa podem fazer para minimizar os efeitos das altas temperaturas. 

 

“Os picos de calor frequentes incomodam até quando a mulher está até em repouso. Essa queixa é ainda mais frequente nessa época do ano de forte calor e o problema é que essa fase da vida da mulher pode durar de 2 a 4 anos na maioria dos casos”, diz a médica.

 

E não acaba por aí: outros sintomas ainda podem aparecer como a insônia, variação de humor, ganho de peso e perda de libido. Por isso, é preciso tentar minimizar os efeitos.

 

"Para tratar os famosos ‘fogachos’ o tratamento deve ser feito através da reposição hormonal com hormônio humano, que é exatamente igual ao que o ovário produzia para repor a deficiência e devolver a qualidade de vida para a mulher – exceto para aquelas que tiveram casos de câncer de mama, já fizeram biopsia ou são portadoras de diabetes. Essas deve evitar, mas cada caso precisa ser avaliado individualmente ", explica a profissional.

 

E para qualquer mulher que está atravessando por essa fase, em especial nessa forte onda de calor, vale investir em algumas dicas simples que a médica separou e podem ajudar a sanar o problema nos dias mais quentes.

 

  • Use roupas sobrepostas para poder tirar as roupas quando a onda de calor chega; 
  • Tome muita água: aumente o consumo em pelo menos, um litro a mais ao dia;
  • Ajuste a temperatura em casa e no carro e mantenha o ar fresco e circulando com a ajuda de janelas e portas abertas e ligue o ar condicionado ou use ventiladores para deixar a casa mais arejada;
  • Respire profundamente. Estudos demonstraram que isso pode reduzir a ocorrência de fogachos através de uma técnica chamada respiração rítmica é particularmente benéfica para isso. Respire lenta profundamente pelo nariz expandindo o diafragma, depois expire lentamente até contraí-lo. Faça isso em seis a oito respirações por minuto, uma vez de manhã e uma vez à noite, por 15 minutos. Quando sentir que a onda de calor está chegando, comece a respirar profundamente para controlá-la;
  • Tenha uma alimentação equilibrada e controle o peso através consumindo mais vegetais, gorduras saudáveis e proteínas magras. Alguns exemplos são os produtos de soja, clara de ovo, frango, peixes, frutos do mar, iogurte desnatado, folhas verde-escuras, frutas tropicais e castanhas;
  • Não consuma carboidratos simples como açúcar. Alimentos desse tipo aumentam a produção de insulina, um hormônio que retém a gordura. Quando o nível de insulina cai, o corpo começa a eliminar gordura. Isso também ajuda os rins a se livrarem do excesso de água e sódio, reduzindo o inchaço causado pela retenção de líquidos;
  • Evite a cafeína e o álcool. A cafeína contribui para os fogachos e alterações de humor próprias da menopausa. Substitua o café por água, chás de ervas ou água com gás com suco de limão. Chocolate também contém cafeína, cuidado! 


publicidade:

publicidade:

publicidade: