26°C 19°C

São Paulo, SP

27°C 17°C

Curitiba, PR

26°C 19°C

Belo Horizonte, MG

36°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

31°C 22°C

Porto Alegre, RS

35°C 25°C

Salvador, BA

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018 - 16h07

Museu do Amanhã festeja 3 anos e mais de 3 milhões de visitantes

Agência Brasil

 

O Museu do Amanhã, inaugurado em dezembro de 2015, comemora três anos de operação com programação especial alusiva aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) e oferecendo atividades gratuitas para a população n0 domingo (16).

 

Para a secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, o museu é um exemplo bem-sucedido de parceria entre o governo da cidade do Rio e a iniciativa privada.

 

“O Museu do Amanhã apresentou à sociedade um novo significado do conceito de museu e nisto reside todo o seu sucesso. É um lugar de convivência, inclusão cultural e social. A programação de aniversário de três anos não foge à regra ao convidar o público a um momento de celebração e de reflexão", disse.

 

A instituição registrou mais de 3,2 milhões de visitantes nesses três anos de funcionamento e foi premiada, este ano, com o Leading Culture Destinations Awards 2018 (LCD Awards), na categoria Melhor Organização Cultural do Ano para Promoção de Soft Poer, que é um reconhecimento mundial.

 

Somente este ano, mais de 720 mil pessoas visitaram o museu, sendo 28 mil estudantes em visitas educativas mediadas.

 

Diretrizes

Segundo a assessoria de imprensa do museu, foram realizadas 60 atividades baseadas em três diretrizes principais: águas e oceanos, alimentação e Brasil. Para  2019, já estão definidos os temas de alimentação, exploração espacial, 50 anos da internet, felicidade e convivência.

 

A programação comemorativa dos três anos de operação do museu contará com exposição de estandartes confeccionados por alunos de escolas da região portuária e releituras dos 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, além de apresentações culturais.

 

No domingo, as crianças se encantarão com os tapetes contadores de histórias criados no Brasil e na França e que servem de cenário a muitas fábulas e contos.

 

Haverá ainda uma intervenção artística que convida o público e refletir sobre artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos aplicados para os dias atuais.

 

A programação gratuita será fechada com o cortejo de estandartes.

 

A instituição é um museu de ciências aplicadas que apresenta ao público as oportunidades e os desafios que a humanidade terá de enfrentar nas próximas décadas a partir das perspectivas da sustentabilidade e da convivência.



publicidade:

publicidade:

publicidade: