22°C 14°C

São Paulo, SP

22°C 13°C

Curitiba, PR

23°C 13°C

Belo Horizonte, MG

25°C 14°C

Rio de Janeiro, RJ

31°C 17°C

Porto Alegre, RS

27°C 22°C

Salvador, BA

Segunda-feira, 17 de Abril de 2017 - 17h27

Aposentada gasta R$ 1200 em ligações para ajudar Emilly no BBB17

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Gshow

 

A aposentada Luciane Santiago está há quatro meses em depressão, quadro desenvolvido após perder a filha de 19 anos, Maria Clara, vítima de Leucemia. Em conversa com a jornalista Marcela Robeiro, do UOL, ela revelou ter tido uma pequena melhora depois de acompanhar o programa Big Brother Brasil 17 e torcer pela mais nova milionária do país, Emilly Araújo.

 

“Gastei R$ 1200 reais votando para ela ganhar. Meu marido até parou de falar comigo. Mas a Emilly me fez voltar a viver, quando vi, lembrei logo da minha filha que morreu. A Maria Clara era abusada que nem ela”, relatou Luciane à publicação, ao aguardar pela chegada de Emilly na Delegacia da Mulher, no Rio de Janeiro, na segunda-feira (17).

 

A aposentada revelou também ter ido fazer plantão na entrada do hotel carioca, no qual a ex-sister está hospedada. “Ela deu ovo de Páscoa e levou água para gente beber. É muito carinhosa”.

 

Luciane contou que chegou a ser hospitalizada quando Ilmar discutiu com a participante do reality show [no calor da discussão, ele a chamou de ‘verme’]. “Quando o Mamão xingou ela, eu passei mal e fui parar no hospital. Ela foi meu socorro, ela mostrou que a gente pode sobreviver após uma perda”.

publicidade:

publicidade:

publicidade: