23°C 15°C

São Paulo, SP

20°C 13°C

Curitiba, PR

23°C 14°C

Belo Horizonte, MG

27°C 16°C

Rio de Janeiro, RJ

23°C 10°C

Porto Alegre, RS

29°C 22°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 20 de Abril de 2018 - 11h26

‘Fada do Acre’, Gleici vence o BBB18; Globo tenta trazer família de Kaysar ao Brasil

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/TV Globo/Paulo Belote

 

Como escreveu Anitta no Twitter, na noite de quinta-feira (19): “Hoje tá parecendo a final de Avenida Brasil... Geral em casa vendo TV”. Sim, há anos que o Big Brother Brasil não tinha uma final tão movimentada e aguardada pelo público.

 

Desde o começo da atração, em janeiro, as torcidas especulavam Gleici e Kaysar como os possíveis campeões do BBB18. As pesquisas mostravam ‘César Papagaio’ sempre à frente, já que ele dizia querer vencer para tirar a família da guerra da Síria. Enquanto isso, o jeito simples e humilde da acreana ganhava visibilidade aos olhos de quem acompanhava o reality show diariamente.

 

No fim, com 57,28% dos votos, Gelici Damasceno foi consagrada a grande vitoriosa do programa. Além de conquistar o prêmio de R$ 1,5 milhão, ela garantiu um carro Fiat Cronos. Kaysar ficou em segundo lugar com 39,33% e a quantia de R$ 150 mil; seguido da Família Lima com 3,39% e mais R$ 50 mil na conta.

 

Foto: Reprodução/TV Globo/Paulo Belote

 

Fada acreana

Na internet, a estudante de psicologia ficou conhecida como “fada acreana” e “cristal do Acre”, formas carinhosas de se referirem à participante. Aos 23 anos, Gleici foi a primeira da família a conseguir terminar o ensino médio e ingressar à faculdade; é militante dos direitos humanos; e nunca usou de vitimismo para tentar ganhar a simpatia das pessoas (ela perdeu o pai assassinado dentro de casa, vendia vela em Dia de Finados para ajudar a mãe e os irmãos, e nem sempre tinha o que comer).

 

Veja como foi a comemoração da vitória de Gleici, no Acre:

 

 

Ajuda da ONU

Kaysar nunca escondeu que queria o prêmio para tirar a família da Síria e dar estabilidade a eles, no Brasil. O rapaz é de Alepo, um dos lugares mais atingidos pela guerra.

 

Mesmo sem vencer, Tiago Leifert revelou a ele que a ONU (Organizações da Nações Unidas) pretende ajudá-lo a realizar este sonho.

 

“Kaysar, a ONU (Organização das Nações Unidas) quer te ajudar. Depois do programa a gente vai conversar e em algumas semanas vamos tentar resolver a sua situação”, garantiu o apresentador.

 

publicidade:

publicidade:

publicidade: