33°C 21°C

São Paulo, SP

32°C 20°C

Curitiba, PR

31°C 18°C

Belo Horizonte, MG

38°C 21°C

Rio de Janeiro, RJ

29°C 21°C

Porto Alegre, RS

31°C 23°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 27 de Setembro de 2018 - 17h07

Preta Gil rebate desafio de Anitta e critica Bolsonaro

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Instagram 

 

Desafiada por Anitta a se posicionar contra o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e a integrar ao movimento Ele Não, a cantora Preta Gil não economizou palavras ao dizer o que pensa.

 

A artista também deu um recado à companheira musical ao afirmar que não precisa ser provocada ou incitada por alguém para dar a opinião dela.

 

LEIA MAIS

Anitta adere ao movimento contra Bolsonaro e desafia cantoras
"Repúdio aos fascistas": Rachel Sheherazade se posiciona contra Bolsonaro

 

"Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada", escreveu a filha de Gilberto Gil no Instagram.

 

Preta ainda disse ser Ele Não há sete anos.

 

"Sou 'Ele Não' há sete anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram... Vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!", finalizou.

 

Confira a publicação feita na quinta-feira (27):

 

 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.

Não preciso ser desafiada para falar o que já é óbvio, público e notório há sete anos, parece até que se esqueceram desses vídeos, pode até ter edição, mas a intenção de me agredir não teve. Não tem como eu apoiar um candidato que fez agressões gratuitas, calúnias e difamações a mim, a minha família e a tantos outros. Eu já senti na pele a fúria do mesmo e de seus eleitores, e não me intimidei, nem entrei no jogo da violência, segui sendo quem eu sou, lutando pelos meus ideais com amor e respeito e defendendo o que considero certo sem precisar ofender ninguém. Não me sinto no direito de desafiar ninguém a declarar repúdio ou apoio a ninguém, cada pessoa se posiciona ou não, por livre e espontânea vontade e deve ser respeitada. #souelenãohá7anos e sei que está difícil, que estamos cansados, mas não podemos deixar o ódio dominar nossas vidas. Vote em quem quiser, mas não agrida ninguém, não ameace as pessoas, isso não está certo. Sigo aqui na paz lutando por mim e por todos e todas que são diariamente atacados por discursos e atitudes racistas, homofóbicas e machistas!!! PS: vocês que me cobraram posicionamento esses dias, que me xingaram e que me ameaçaram... vocês não me conhecem, já meus fãs conhecem meu caráter e minha índole, eles não me cobram e não me julgam, eles me apoiam!!! #meuambienteélindo

Uma publicação compartilhada por Preta Gil 🎤 (@pretagil) em27 de Set, 2018 às 7:46 PDT



publicidade:

publicidade:

publicidade: