Brasil Notícias

Fluxo de barcos deve crescer 20% em Manaus

[mp_script_post_header]
Brasil247

O fluxo de embarcações entrando e saindo de Manaus deve aumentar cerca de 20% a partir desta semana, segundo informações da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental. A fiscalização já está sendo reforçada deste a última sexta-feira, 14, nos principais portos da cidade, como da Manaus Moderna e do São Raimundo.

Segundo o capitão-de-mar-e-guerra e capitão dos portos, Paulo Cesar Machado, a expectativa é de que cerca de 30 mil pessoas estejam viajando na semana do Natal e do Ano Novo. “Muitas embarcações saem e entram nesse período festivo, a media mensal é de 600 embarcações, para essas duas últimas semanas do ano, este número sobe para 720 embarcações ” disse o capitão, explicando ainda como é feita a abordagem nas embarcações.

“Nós escolhemos ficar em pontos do rio que qualquer embarcação que entre ou saia tenha que passar pela barreira da capitania, e passando ela será parada, então abordamos e verificamos a documentação, excesso de passageiros, se não há passageiros e cargas no mesmo convés, se há o kit salvatagem (colete salva vida, bóias, extintor), além das condições estruturais do barco ” explicou o Capitão de Mar e Guerra.

Atualmente a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental  atua nos estados de Rondônia, Roraima, Acre, e Amazonas, e tem nove organizações subordinadas (pontos de fiscalização) em municípios dos quatro estados: Porto Velho, Itacoatiara, Parintins, Humaitá, Guajará Mirim, Tefé, Boca do Acre, Eirunepé, Cruzeiro do Sul, além de agrupamento em São Gabriel da Cachoeira.

Hoje a capitania possui o efetivo de 300 militares espalhados nesses municípios, realizando as ações de fiscalização.

A Capitania tem o apoio de cinco navios patrulha e cinco helicópteros da Marinha do Brasil. “Toda essa estrutura trabalha em prol da segurança aquaviária, quando há alguma situação que precisamos de apoio, nós os acionamos e conseguimos agir com mais rapidez e eficiência ” afirmou Machado, falando ainda que com esse apoio, a capitania pode contar com mais 100 homens, chegando assim ao efetivo de 400 marinheiros.

O capitão da Capitania dos Portos, falou, durante a entrevista, de alguns problemas enfrentados durante as fiscalizações, entre eles, destacou a falta de conscientização dos proprietários dos barcos e até mesmo dos passageiros. ” Os donos das embarcações vivem de dar golpe na Capitania, as vezes saem de Manaus com o transporte sendo feito de forma regular, e quando passa do raio de fiscalização da capitania, infringe as leis, como, desembarcar passageiros em locais irregulares, excesso de passageiros, e passageiros misturados com a carga “contou o capitão.

“Nós não conseguimos atuar 24 horas por dia, o ideal seria que os próprios passageiros fiquem atentos a qualquer irregularidade, e entre em contato com antecedência com a capitania, pois dessa forma poderemos agir com eficiência e evitar um possível acidente após a saída do barco ”  declarou Paulo, pedindo que, tanto os navegantes, quanto passageiros, se preocupem mais com a segurança das pessoas durante todas as viagens.

O Disque Segurança da Navegação é o 0800-280-72-00 e a população pode ligar 24h por dia gratuitamente.  

Este ano, de janeiro a novembro, a Capitania dos Portos fiscalizou 27 mil embarcações, 10 mil embarcações a mais que em 2011, que fechou em 17 mil barcos fiscalizados.



Talvez você também goste