Mundo Notícias

Guarda Costeira dos Estados Unidos repatria 39 cubanos

A Guarda Costeira dos Estados Unidos repatriou nesta quarta-feira para a Bahia de Cabañas, em Cuba, 39 imigrantes cubanos que tentavam chegar ao território americano pelo mar, informou a instituição.

Esta repatriação é o resultado de cinco operações separadas de interceptação realizadas pela Guarda Costeira nas águas do estreito da Flórida desde o dia 15 de agosto. “A Guarda Costeira e as agências locais continuam mantendo sua presença nas águas do estreito da Flórida com várias embarcações e aviões”, informou em comunicado o capitão do 7° distrito da Guarda Costeira americana, Mark Fedor.

Fedor detalhou que “a preocupação prioritária” continua sendo garantir a vida dos migrantes, mas, lembrou que “aqueles que tentarem entrar ilegalmente nos Estados Unidos e forem interceptados serão devolvidos aos seus países de origem de forma expedita”.

Nos Estados Unidos existe uma lei conhecida como “pés secos, pés molhados”, que permite a permanência no país de todos os cubanos que conseguirem pisar em território americano, mesmo ilegalmente, e que depois de um ano podem solicitar permissão de residência permanente. Por outro lado, as autoridades repatriam os que são interceptados antes de chegar ao território nacional.


Talvez você também goste