Mundo Notícias

Junta militar da Tailândia retira toque de recolher

[mp_script_post_header]


A junta militar tailandesa anunciou nesta sexta-feira o fim do toque de recolher em todo o país, três semanas após protagonizar um golpe de Estado. O toque de recolher entre meia-noite e 4h00 já havia sido retirado em várias províncias e nas principais cidades turísticas e ilhas do país. Desde o golpe de 22 de maio, a junta militar limitou as liberdades civis, proibiu manifestações, prendeu centenas de opositores, políticos, jornalistas e universitários e estabeleceu a censura à imprensa. A junta militar – que anunciou na quinta-feira que graças a ela os tailandeses poderiam assistir aos jogos da Copa do Mundo gratuitamente pela televisão – argumenta que tomou o poder para restaurar a ordem pública, depois de sete meses de protestos que levaram à destituição da primeira-ministra Yingluck Shinawatra, irmã de Thaksin Shinawatra, que foi deposto por outro golpe em 2006. Os opositores afirmam que o objetivo do golpe é limitar a influência da família Shinawatra, muito popular entre as massas do norte e nordeste do país.


Talvez você também goste