32°C 20°C

São Paulo, SP

30°C 16°C

Curitiba, PR

27°C 19°C

Belo Horizonte, MG

36°C 21°C

Rio de Janeiro, RJ

32°C 21°C

Porto Alegre, RS

35°C 25°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019 - 15h00

Saiba quais são os 7 pecados da beleza feminina

Redação Mundo Positivo

Foto: Divulgação/Blog da SHNatura


Toda mulher que se cuida sabe do desafio de deixar a pele, os cabelos, as unhas e demais aspectos da beleza em dia. No geral, alguns hábitos podem auxiliar na manutenção da beleza feminina, e falamos bastante deles por aqui. Mas, hoje, vamos falar daqueles hábitos que, ao contrário, são danosos para nossa estética.


Existem fatores externos que colaboram para uma beleza frágil e pouco duradoura. Má alimentação e falta de água, por exemplo, podem ser desastrosas para nosso corpo e refletem diretamente na nossa aparência. Mas, outros hábitos rotineiros são tão danosos quanto. Veja só:


1. Espremer espinhas
Por si só, espinhas já não são bonitas. Por isso, é inegável que quando aparecem, geram caos no humor de qualquer mulher. Para disfarçar, algumas optam por maquiagens potentes. Nem sempre são suficientes. Na ânsia de acabar com elas de vez, algumas recorrem à velha e já proibida “espremida”. Meninas, espremer espinhas continua proibido!! rs Causa marcas, manchas, inflamações, cicatrizes... Na maioria das vezes, espinhas ficam até pior depois de serem espremidas, do que se tivessem sido deixadas quietinhas, no seu ciclo natural de desinfecção!


2. Descolorir cabelos em excesso
Outro aspecto muito relevante para a beleza feminina é a cabeleira. Para muitas mulheres, uma nova fase da vida é marcada por um novo corte, uma nova cor ou uma nova modelagem nos cabelos. Curtos, médios, cacheados, lisos... São muitas artimanhas. A mais comum está associada à química de coloração, mais especificamente, à descoloração. Entretanto, descolorir cabelos com muita frequência deixa os fios enfraquecidos, quebradiços, sem vida e opacos. O ideal é espaçar o processo a cada 3 ou 4 meses (se aguentar mais que isso, melhor ainda!).

 

3. Clareamento de dentes em excesso

O sorriso é tudo! Um sorriso lindo, então, nem se fala. Para torná-lo belo, muitas técnicas evoluíram: existem dentes de porcelana, lentes de contato dentário, etc. O mais popular e já acessível tratamento dentário no ramo estético é o clareamento. Pode ser feito a laser ou por meio de placas de gel. Ambos já se tornaram febre para muitas mulheres, que recorrem com frequência ao tratamento a cada vez que percebem seus dentes mais escuros. No entanto, odontologistas advertem: os clareamentos não são tratamentos que devem ser frequentes. A prática pode danificar severamente o esmalte natural dos dentes, causando dores, sensibilidades e lesões (até mesmo irreversíveis) da estrutura do dente. 


4. Esquecer-se de usar protetor solar
Protetor solar é aquilo que você só se lembra quando vai à praia após o meio dia? Saiba que você está no caminho mais errado possível. Filtro solar deve ser usado diariamente, até mesmo para frequentar ambientes com luz artificial, como a de escritórios e clínicas. Muitas luzes emitem uma radiação similar à U.V. e também queimam a pele. Opte sempre por protetores adequados e lembre-se: pele do rosto é diferente da pele do restante do corpo.


5. Compartilhar maquiagem
Maquiagens são trunfos da beleza feminina. E é comum receitarmos um bom rímel aqui, outro bom blush ali. Muitas vezes, chegamos a emprestar nossa maquiagem a alguma amiga para que ela experimente e tire suas conclusões. Ou mesmo, muitas vezes compartilhamos mesmo, intensamente, todos os itens com as melhores amigas antes da balada, para fazer aquele Exchange e potencializar os kits individuais. Mas, é importante dizer: isto traz risco para sua saúde. Sim, é grave!! Compartilhar maquiagem esconde riscos de contaminação por vírus, fungos e bactérias que, para uma pode não ser danoso, mas para outra, pode ser crítico e causar inchaços no olho, boca e até mesmo feridas. Evite ao máximo compartilhar sua maquiagem. Pense na sua saúde e na das suas amigas.


6. Remoção profunda das cutículas
Unhas feitas. Que mulher não torce para conseguir manter uma rotina regrada de remoção de cutículas e esmaltação? É comum vermos aquelas com agenda fixa nas manicures; toda semana, estão lá, no mesmo local e horário para deixar as unhas mais belas, super na moda com os esmaltes mais pops do momento. Contudo, fazer as unhas esconde um cuidado essencial: cutículas são proteções naturais do nosso organismo. Removê-las não é tão indicado, removê-las até o fim então é superperigoso. Além de deixar a base de suas unhas expostas, o risco de corte é maior conforme a remoção avançar. Aos poucos, mude este hábito, empurrando a cutícula em vez de removê-las. 


7. Depilação pré-piscina ou pré-praia
Pelos são outros grandes incômodos da boa e desejável beleza feminina. Os métodos para remoção de pelos hoje são inúmeros: lâminas, cremes, cera, linha... Uma coisa, contudo, é certo: todos estes métodos deixam a pele sensível. Por isso, se você é daquelas que não reserva um tempinho para se depilar antes de algum compromisso, como ida à praia ou piscina, você está no time das mulheres que cometem um pecado para a beleza. O recomendável é que você retire os pelos (seja por qual for o método) 2 dias ou até 24h antes da exposição ao sol para evitar inflamações ou reações alérgicas.



publicidade:

publicidade:

publicidade: