Brasil Notícias

Motorista do caso Porsche quer voltar a sair à noite

Edição/247

247 – Marcelo Malvio, responsável por matar Carolina Cintra em um acidente no ano passado quando dirigia um Porsche em alta velocidade no Itaim, zona sul de São Paulo, vai pedir ao Superior Tribunal de Justiça para voltar a trafegar normalmente durante a noite. Isto porque seus advogados tentam anular a restrição que o impedia a estar fora de casa a partir das 19 horas. Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a defesa alega que a punição era prisão domiciliar antes mesmo do julgamento.

Relembre o caso:

O empresário Marcelo Malvio Alves de Lima, de 36, que na madrugada de sábado matou a advogada Carolina Menezes Cintra Santos, de 28, ao colidir seu Porsche contra o Hundai dela a cerca de 150 km/h, poderá responder por homicídio doloso (com intenção de matar). O acidente ocorreu às 2h30 no Itaim Bibi (zona oeste).

A juíza Ana Carolina Belmudes concedeu liberdade provisória a Lima, desde que pague fiança de R$ 300 mil.

Ele também não poderá frequentar bares, casa noturnas, sair de casa à noite e deixar o país ou a cidade sem avisar a Justiça até o julgamento. Testemunhas dizem que ele aparentava embriaguez.


Talvez você também goste