31°C 16°C

São Paulo, SP

24°C 13°C

Curitiba, PR

29°C 17°C

Belo Horizonte, MG

33°C 15°C

Rio de Janeiro, RJ

23°C 16°C

Porto Alegre, RS

28°C 22°C

Salvador, BA

Domingo, 19 de Agosto de 2012 - 11h25

Assad faz primeira aparição pública desde atentado que matou seus seguranças

Brasil 247
Divulgação

Por Tom Perry

BEIRUTE, 19 Ago (Reuters) - O presidente sírio, Bashar al-Assad, realizou orações para marcar fim do mês sagrado do Ramadã em uma mesquita de Damasco neste domingo, segundo imagens da televisão estatal, sua primeira aparição pública desde o atentado a bomba de julho que matou quatro dos seus altos oficiais de segurança na capital.

Assad, que enfrenta há 17 meses um levante popular contra os 42 anos de governo de sua família, estava acompanhado de seu primeiro-ministro e do ministro das Relações Exteriores, mas não do vice-presidente, Farouq al-Shara, sobre quem pesavam relatos de deserção, negados no sábado.

O governo de Assad foi abalado pelo ataque a bomba de julho e por deserções, incluindo a do seu último primeiro-ministro.

As aparições mais recentes do presidente sírio têm ficado restritas a imagens da tv estatal sobre compromissos oficiais. Mais recentemente, foram mostradas imagens de Asssad na posse do novo primeiro-ministro, há uma semana.

As imagens deste domingo mostram Assad sentado de pernas cruzadas durante um sermão em que a Síria foi descrita como uma vítima do terrorismo e da conspiração por parte dos Estados Unidos, Israel, nações do Ocidente e países árabes, mas que não iriam "derrotar nosso Islã, nossa ideologia e nossa determinação na Síria".

O presidente, vestido de terno e gravata, sorriu e cumprimentou funcionários, dentre eles importantes mebros de seupartido, o Baath.

 

publicidade:

publicidade:

publicidade: