Brasil Notícias

Pará encabeça ranking da escravidão no País

[mp_script_post_header]
Brasil247

AM247 – O Pará continua liderando o ranking de trabalho escravo no País, segundo balanço divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). De acordo com os dados oficiais, em 2012, o município de Marabá, no Sudeste do Estado, foi a cidade que mais registrou trabalhadores em condições análogas à escravidão. Ali, no setor siderúrgico, os fiscais do MTE resgataram 150 pessoas nesta situação. Em seguida aparecem os municípios de Perobal (PR), com 125 resgatados junto ao setor sucroalcooleiro e Penedo (AL), com 110 resgatados na área da construção civil. Em todo o país, as operações desencadeadas pelo TEM resgataram 2.849 trabalhadores, 14,37% a mais que em 2011.

Ainda segundo o levantamento, a Região Norte lidera o ranking nacional da escravidão, com 1.100 trabalhadores resgatados em 74 operações de fiscalização, sendo 563 apenas no estado do Pará. Na sequência aparecem o Sudeste (496), Nordeste (376), Sul (367) e Centro-Oeste (333).

O saldo das operações realizadas pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM) e pelas equipes de fiscalização das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTEs), resultou no pagamento de multas rescisórias da ordem de R$ 9,5 milhões. Ao todo, foram lavrados 3.695 autos de infração, emitidas 2.336 guias de seguro-desemprego, além de terem sido assinadas 500 Carteiras de Trabalho e Previdência Social.

 



Talvez você também goste