Brasil Notícias

Rio quase 40°! Cariocas antecipam final de semana em praias

[mp_script_post_header]

Sol forte, céu azul, temperatura acima dos 35° e possibilidades remotas de chuva. O cenário favorável fez com que alguns cariocas antecipassem o final de semana e já curtissem a sexta-feira nas praias do Rio de Janeiro. Algumas delas, como Ipanema e Leblon, tiveram os termômetros na marca dos 37°.

O tempo quente deve seguir também para o final de semana de abertura do Rock in Rio. Imagens de satélite mostram que as nuvens sobre o mar do litoral sul do Rio de Janeiro se movimentam para o oceano, se afastando do continente. E um bloqueio atmosférico vai dificultar a chegada de qualquer frente fria sobre a cidade.

As altas temperaturas não lembram que ainda estamos no inverno, já que a primavera começa oficialmente só no dia 23 de setembro, próxima quarta-feira, às 5h20 (de Brasília). Nesta quinta-feira, a temperatira máxima na capital fluminense chegou a 38,5° no bairro de Realengo, zona norte da cidade, recorde da estação.

No entanto, no último final de semana, o Rio viveu situação completamente oposta, com o frio que não passava dos 21°. Segundo a meteorologista Juliana Hermsdorff, do Centro de Operações Rio, dias mais quentes nesta época do ano são normais devido à troca das estações. “A gente está em um momento de transição entre o inverno e a primavera, então esse desequilíbrio nas temperaturas é normal. E a expectativa é que continue assim, com dias quentes, sem nuvens, sem previsão de chuva e com a umidade do ar baixa, que é um fator de risco”.

A dermatologista Caroline Assed, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, chama a atenção para os cuidados com a pele que o tempo mais quente requer. “Com um clima mais seco, a pele tende também a ficar mais ressecada. Por esse motivo, o uso diário de cremes hidratantes, prescritos sempre pelo dermatologista, é fundamental neste período. Evitar banhos quentes e demorados e usar no corpo buchas e sabonetes abrasivos, como aqueles que contêm enxofre e antissépticos, como o triclosano, também são medidas importantes para evitar o ressecamento. E, é claro, (uso do) protetor solar, que é imprescindível e deve ser passado de três em três horas. Sem mencionar as alergias que aparecem mais durante este período”.

* Com informações da Agência Brasil.


Talvez você também goste