23°C 16°C

São Paulo, SP

21°C 13°C

Curitiba, PR

31°C 18°C

Belo Horizonte, MG

26°C 19°C

Rio de Janeiro, RJ

28°C 15°C

Porto Alegre, RS

30°C 23°C

Salvador, BA

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017 - 16h27

Saiba como não cair no 'golpe do amor'

Publieditorial

Foto: Mundo Positivo 

 

Pesquisa divulgada em junho deste ano aponta que 60% dos brasileiros preferem recorrer a aplicativos de relacionamento, como Happn e Tinder, para conhecerem novos parceiros. Os dados foram coletados pela Happn Brasil em parceria com a YouGov, e ouviram cerca de mil pessoas (52% mulheres; 48% homens).

 

Já os dispositivos mais usados na busca do amor digital, segundo a empresa dona de plataformas de relacionamento online, Match Group, são o smartphone, o notebook e o clássico computador remoto.

 

LEIA MAIS

+ Como saber se o seu celular está com vírus
+ 'Bad Rabbit': nova praga digital causa pânico na Europa
+ Hackers roubam dados de 57 milhões de usuários do Uber
+ Falso WhatsApp é colocado para download em loja do Google

 

O problema é, que, com o crescimento das relações via internet, cibercriminosos encontraram uma forma de ganharem dinheiro às custas dos sentimentos alheios.

 

Para aplicar o chamado “golpe Don Juan” ou “golpe do amor”, hackers se cadastram em redes sociais e aplicativos – como se fossem pessoas reais – a fim de extorquirem dinheiro ou bens materiais de mulheres e homens solteiros.

 

Foto: Mundo Positivo

 

Saldo negativo

No mês de agosto, uma moradora do Paraná, contou ao portal G1 que perdeu por volta de R$ 100 mil no “golpe do amor”. À publicação, a vítima disse ter conhecido o criminoso em um site de relacionamento. Ele falava ser um engenheiro canadense, viúvo e que trabalhava em uma plataforma de petróleo na Rússia. Após trocar várias fotos e declarações apaixonadas, veio-se o golpe.

 

O rapaz dizia precisar que alguém, do Brasil, guardasse uma caixa com pertences pessoais dele, vindos da Rússia. Para isso, a vítima deveria pagar taxas a uma empresa de seguros responsável pela entrega. Cega de amor, a paranaense conta que fez empréstimos ao banco para liberar receber a encomenda do pretendente – que nunca conheceu de verdade.

 

Endividada, a mulher só percebeu que havia caído em um golpe quando pediu dinheiro emprestado a um sobrinho. Com a intervenção da família, ela procurou a polícia, negociou a conta e ainda recupera-se do trauma.

 

Alerta

A Receita Federal chegou a emitir uma nota para alertar o brasileiro do “golpe do amor”. Confira:

 

“A Receita Federal em Guarulhos já recebeu relatos de casos em que golpistas fizeram propostas de casamento e anunciaram que mandariam caixas contendo presentes diversos, como óculos, bolsas, celulares, anéis de ouro para o 'noivado', documentos pessoais e, em muitos casos, dinheiro em espécie em dólares, libras ou euros. Após o suposto envio dos presentes, a quadrilha exige pagamento da vítima alegando que as mercadorias estariam retidas na alfândega e só seriam liberadas após o pagamento de taxas e outros valores”.

 

Foto: Mundo Positivo

 

Tem alguma dúvida sobre segurança digital? Envie-nos um e-mail para: [email protected]

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.


publicidade:

publicidade:

publicidade: