33°C 19°C

São Paulo, SP

32°C 20°C

Curitiba, PR

32°C 20°C

Belo Horizonte, MG

37°C 20°C

Rio de Janeiro, RJ

35°C 22°C

Porto Alegre, RS

31°C 24°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 08 de Junho de 2018 - 17h32

Uber volta a ser alvo de criminosos para roubar dados de usuários

Publieditorial

 

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Um ciberataque em 2016, expôs os dados pessoais de 57 milhões de usuários – que incluem clientes e motoristas – da Uber. Na época, a companhia chegou a pagar 100 mil dólares (cerca de meio milhão de reais) aos hackers responsáveis pelo ocorrido para não divulgarem a invasão. O então chefe de segurança da empresa, Joel Sullivan, foi dispensado.

 

Agora, um novo vírus foi criado para roubar informações de quem utiliza o aplicativo em dispositivos Android.

 

LEIA MAIS

+ Cinco golpes mais comuns na internet
+ Novo vírus acessa dados pessoais a partir do WhatsApp
Hackers oferecem convites do Nubank para infectar celulares
+ Jogo que promete 'namorada virtual' espalha vírus em Android e PC


A vulnerabilidade foi descoberta pela Symantec. Segundo a empresa, o malware conhecido como Android.Fakeapp, imita as características da Uber até a vítima realizar o cadastro ou inserir o login e senha de acesso. A partir disso, informações como nome; idade; número de telefone; e-mail; e registros de localizações salvos no celular, são enviados aos fraudadores digitais para terem controle do aparelho por meio de um servidor remoto.

 

O app é tão parecido com o original que ele consegue até reconhecer a posição da pessoa no mapa e iniciar uma corrida, enquanto as informações são encaminhadas ao cibercriminosos.

 

Palavra da Uber

A start up chegou a pronunciar-se sobre o aplicativo malicioso.

 

"Como essa técnica de phishing exige que os consumidores façam o download de um app malicioso fora da Play Store oficial, recomendamos apenas fazer o download de aplicativos de fontes confiáveis. No entanto, queremos proteger nossos usuários, mesmo que tenham cometido um engano. É por isso que temos uma série de controles e sistemas de segurança instalados para ajudar a detectar e bloquear logins não autorizados, mesmo que você forneça sua senha acidentalmente”.


Foto: Reprodução/Divulgação

 

Tem alguma dúvida sobre segurança digital? Envie-nos um e-mail para: [email protected]

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.





publicidade:

publicidade:

publicidade: