Mundo Notícias

Síria: militantes islamitas matam 15 curdos; 7 eram crianças

[mp_script_post_header]


Um grupo islamita renegado da Al-Qaeda matou 15 curdos, incluindo sete crianças, em um ataque contra um vilarejo no norte da Síria, segundo informaram nesta sexta-feira um grupo de monitoramento e um fotógrafo que estava no local. O ataque do grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que no começo do ano foi desligado das fileiras da Al-Qaeda pelo comando central dessa organização, ocorreu durante uma ofensiva contra curdos sírios e vários outras facções rebeldes que está em andamento há seis meses, e que enfraqueceu a revolta contra o presidente Bashar al-Assad e resultou no morte de milhares de pessoas. De acordo com a entidade Observatório Sírio pelos Direitos Humanos e um fotógrafo, o ataque foi desfechado na quinta-feira perto da cidade curda de Ras al-Ain depois que os militantes invadiram um vilarejo. Ras al-Ain, situada a 600 km de Damasco, na província de Hasaka, é produtora de petróleo e abriga boa parte da minoria curda síria. Entenda os conflitos na Síria: Confrontos começaram em março de 2011, se transformaram em guerra civil e já fizeram milhares de mortos e outros milhões de refugiados


Talvez você também goste