Ciência & Tecnologia Tecnologia

Aprenda a navegar com mais segurança

[mp_script_post_header]

Existem sete bilhões de pessoas no planeta. Quase metade delas está conectada na internet. No Brasil, uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que 50,1% da população brasileira já tem acesso à rede. Isso significa mais gente em redes sociais, mais compras online, mais contas de e-mail e mais horas em bate-papos.

É com esse número alarmante que especialistas chamam a atenção para o modo como é cada vez mais comum estar online, e isso quer dizer também que é preciso estar também atento aos perigos da web.

Por ser um ambiente dinâmico e sem fronteiras, a internet encurta distância e aumenta o seu potencial de alcance, sendo um cenário perfeito para quem quer roubar informações.

Os crimes mais comuns na internet são pedofilia, roubo de identidade, fraudes e ataque às máquinas por meio de vírus. Se você é um internauta cuidadoso, fique sempre atento às práticas da navegação segura e siga algumas dicas básicas para ficar distante dos crimes virtuais.

1. De olho nas redes sociais

Cuidado com os pedidos de amizade em redes sociais. Muitos criminosos criam perfis falsos para atrair vitimas e colher informações pessoais. Um dos crimes mais comuns na internet é o roubo de identidade. Previna-se.

2. Cuidado com presentes

Se algum e-mail ou site te mostra uma oferta muito arrasadora, não caia na tentação antes de checar se o “presente” é real. O phishing – prática comum entre os cibercriminosos – é um truque que rouba informações dos usuários por meio de ofertas na web. Pode ser o número de documentos, senhas entre outras coisas.

3. Pop Us

Sabe aquele monte de janelinhas que aparecem na tela do computador sem que você permita ou peça atrapalhando, quase sempre, a sua navegação? Esse é um sinal claro que seu computador pode estar em perigo, mostrando websites que oferecem conteúdo malicioso.

4. Nunca execute programas desconhecidos

A regra básica é que se você não conhece, ou você não solicitou, nunca abra um arquivo executável. Ele pode ser um vírus. Os arquivos conhecidos por serem do tipo *.exe são programas que podem instalar malwares, spywares e outros códigos maliciosos no computador.

5. Wi-fi grátis?

Rede sem-fio e de graça é um presente para todo usuário. Na rua, em restaurantes e shoppings, é comum receber uma notificação em seu celular ou notebook que por perto há uma rede disponível. É nesse cenário que hackers podem invadir o seu dispositivo. Desconfie sempre.

6. Senhas seguras

Se a sua senha é 12345, superman, senha ou qwerty, você é um sério candidato a ser vítima de um golpe da internet. Isso porque essas são as senhas mais usadas na rede, e, também, as mais inseguras. Faça senhas com letras, números e caracteres para dificultar o acesso de outras pessoas à suas contas.

LEIA MAIS

+ Como recuperar senhas roubadas

+ O que você precisa saber sobre vírus no celular

+ Não caia na rede! Saiba como proteger seu celular de invasões

7. Atualize-se!

Os “updates”, ou seja, as atualizações – em português -, são um pouco chatinhos, mas são ferramentas poderosas na batalha pela segurança digital. Isso porque a cada atualização, os programas acrescentam mais armas contra os hackers, e defendem melhor a navegação do usuário. Atualize sempre o seus programas, navegadores, e aplicativos. Atualize também o seu conhecimento, e mantenha a leitura em dia sobre segurança digital.

8. Clique Aqui, onde?

É comum ler um texto com uma indicação de “Clique Aqui”. Isso significa que ali tem um link que te levará para outra página. Fique atento para a página de destino, o “Clique Aqui” pode ser usado para atrair internautas para páginas perigosas.

9. Amados apps queridos

O brasileiro adora aplicativos grátis. Eles servem para tudo: mandar mensagens, acessar jogos, vídeos, marcar encontros, controlar calorias… a lista de aplicativos só cresce. Sempre que for baixar um aplicativo no celular, verifique se o fabricante é confiável. Você pode baixar arquivos corrompidos que danificam o aparelho.

10. O pen drive é meu amigo

O pen drive pode ser o melhor amigo na hora de transportar arquivos, mas ele também pode ser um importante transmissor de “vírus”. Passar antivírus no dispositivo é sempre recomendável.

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças on-line mais recentes. Para mais informações, acesse o site http://www.mcafee.com/br e fique atento às dicas de segurança na internet no Mundo Positivo.


Talvez você também goste