Mundo Tech Tecnologia

Dois mil anos de jogo, 10 milhões de mortes e outros dados de Resident Evil 2

[mp_script_post_header]

É inegável que Resident Evil 2 é um dos maiores lançamentos do mundo gamer neste início de ano. E essa supremacia se reflete não apenas em números de vendas, com a Capcom registrando seu maior lançamento desde RE7, de 2017, mas também nas estatísticas de jogo divulgadas pela empresa, que exibem a preferência dos jogadores, números hiperbólicos de genocídio zumbi e estatísticas bizarras de itens jogados fora e distância percorrida.

Em uma preferência que já era de se esperar, Leon foi o primeiro personagem escolhido por 79% dos jogadores de Resident Evil 2 para sua primeira experiência com o game. A campanha de Claire, entretanto, parece ser a mais fácil, com os jogadores já tendo morrido 8,9 milhões de vezes com o policial, contra 2,6 milhões com a jovem estudante.

Enquanto isso, os jogadores parecem estar tendo certo problema para finalizar o modo extra O Quarto Sobrevivente. Apenas 15% dos jogadores conseguiram chegar ao fim da aventura de HUNK, com a maioria perecendo diante das hordas de zumbis que tomaram conta da delegacia no conteúdo adicional. 40,9 mil pessoas viram o final dessa história.

Leon é o personagem preferido dos fãs de Resident Evil 2, enquanto extra com HUNK tem se provado o mais difícil (Imagem: Divulgação/Capcom)

De maneira geral, Resident Evil 2 já acumula 1.815 anos de jogatina registrada em todas as três plataformas em que foi lançado. A marca dos 500 anos foi obtida em apenas dois dias, com 1.000 anos registrados no último domingo (27), que marcou o primeiro final de semana do lançamento.

Números hiperbólicos, também, em distância percorrida. Haja fôlego para Leon e Claire, que correram a distância da Terra à Lua, 384,4 mil quilômetros, em apenas um dia, e chegaram a Vênus em quatro, com 41,4 milhões de quilômetros. O implacável Tyrant já andou mais de 7,5 milhões de quilômetros atrás dos protagonistas, que fugiram dele por mais de 11,9 milhões de quilômetros.

129,9 milhões de inimigos já foram mortos desde o dia 25 de janeiro, mais do que a população do Reino Unido, assassinada em apenas dois dias, e do Japão, dizimado em cinco. O total seria suficiente para limpar Raccoon City de todas as ameaças mais de 1,2 mil vezes, com a cidade voltando a ser um lugar tranquilo para se viver.

Outras métricas bizarras aparecem graças aos sistemas de telemetria do título, disponíveis no site ResidentEvil.net, voltado para criar desafios esporádicos para os games e registrar o progresso dos jogadores. 23% dos jogadores, por exemplo, passaram mais do que 30 segundos olhando para o cadáver da filha do prefeito, enquanto jogaram fora 9,5 mil toneladas de itens, o equivalente a 8% do lixo produzido diariamente no Japão. As armas secundárias são as mais descartadas, com ervas em segundo lugar.

Os jogadores já passaram 52 anos resolvendo enigmas em Resident Evil 2 e mostraram preocupação com a economia de recursos, tendo recuperado metade das facas usadas como item de defesa contra os inimigos. 31 milhões de toneladas de munição já foram gastas por Leon e Claire em suas aventuras por Raccoon City.

Resident Evil 2 foi lançado na última sexta-feira (25) para PlayStation 4, PC e Xbox One. Em análise do Canaltech, o game foi elogiado pela bela mistura de passado e presente, elevando o nível quando o assunto são os remakes de jogos clássicos, ao mesmo tempo que traz uma bela dose de modernidade por meio de seus visuais belíssimos, jogabilidade repaginada e desafio intenso.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste