Ciência & Tecnologia Tecnologia

‘Loba do Tinder’ é presa após aplicar mais de 100 golpes em aplicativo

Foto: Reprodução/Divulgação

Cuidado com o nome Patrícia Coutinho Pereira.

Também conhecida como ‘Patrhcia Cortezz’ nas redes sociais e nos aplicativos de relacionamento, a famosa ‘loba do Tinder’ foi presa no dia 5 de novembro, no Distrito Federal.

LEIA MAIS

+ Quatro dicas básicas para proteger sua vida digital
+ Não era amor, era cilada: Tinder é alvo golpe pelo celular
+ Noiva cancela casamento após cair em golpe no WhatsApp
+ Falsa promoção do iFood é usada para roubar informações de vítimas

Procurada pela polícia desde maio de 2017, a golpista encantava homens e mulheres por meio das plataformas de encontro online, no intuito de aplicar golpes de estelionato, extorsão e difamação.

Em entrevista ao portal G1, o delegado Ataliba Neto contou que ela atuava em vários estados e chegou a enganar mais de 100 vítimas.

Ataques

Primeiro, a criminosa envolvia-se com a pessoa para, depois, dizer que um parente havia falecido e que precisava de dinheiro para ir ao velório.

Tinder

Com média de 3,8 milhões de usuários mensais, o Tinder era a ferramenta favorita de Patrícia para fisgar alguém. Além da prática do phishing (maneira de enganar e roubar informações pessoais), ela ameaçava pessoas casadas, extorquia quem cruzasse o caminho dela e se dizia empresária do ramo dos cosméticos.

Presa, a jovem de 29 anos foi condenada a três anos e seis meses de reclusão.

Foto: Reprodução/Divulgação

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e ameaças online. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.


Talvez você também goste