Ciência & Tecnologia Tecnologia

Pesquisa Datafolha e Ibope viram alvos de golpes pelo WhatsApp

Foto: Reprodução/Divulgação


WhatsApp voltou a ser alvo de mais um golpe na internet.

Depois de usarem os nomes de Jair Bolsonaro e da Igreja Universal para atraírem vítimas, agora, as mentes perigosas do mundo do cibercrime resolveram usar as eleições para figarem usuários.

Por meio de mensagens, hackers compartilham links de pesquisas Datafolha e Ibope. Porém, o que algumas pessoas não sabem, é que os institutos não fazem levantamento online.

LEIA MAIS

+ Golpe do plano de dados deixa usuários sem internet
+ Eleições 2018: Bolsonaro é alvo de golpe no WhatsApp
+ Dark Tequila: o vírus que rouba informações bancárias
+ Falsa promoção do iFood é usada para roubar informações de vítimas

Como funciona


Foto: Reprodução/WhatsApp/Folha de S.Paulo


Ao clicar nele, a pessoa é redirecionada a uma página de registro onde os criminosos capturam os dados pessoais.

Na sequência, após ceder as informações, é pedido para compartilhar a artimanha com outros contatos para, assim, provar que você não é um robô.

Fique atento

Devido à falsa campanha, smartphones ficam vulneráveis a vírus e ataques de phishing (técnica para enganar usuários e fazê-los revelar endereço, nome completo, número de telefone, e-mail e até senhas).

Comunicado à imprensa

Em nota, tanto o Datafolha quanto o Ibope negaram a realização de qualquer pesquisa por intermédio de aplicativos.

Foto: Reprodução/Divulgação

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.


Talvez você também goste