Mundo Tech Tecnologia

Rússia planeja se desconectar da Internet

A Rússia está se preparando para sair da internet e ter sua própria rede, separada e controlada. A informação vem da agência de notícias russa RosBiznes Konsalting (RBK) e do site ZDNet. O plano das autoridades russas é desconectar o país como parte de um experimento, numa data ainda não revelada, mas antes do dia 1º de abril.

O projeto nasceu de uma proposta de lei introduzida no Parlamento russo em dezembro de 2018, que determina que os provedores de internet russos devem garantir a independência da rede do país, a Runet, no caso de uma agressão estrangeira — e assim para desconectar a Rússia do resto da internet.

Para isso funcionar, as empresas de telecomunicações russas deveriam prover meios técnicos para redirecionar todo tráfego do país para que passe através de pontos aprovados ou administrados pela Roskomnazor, a agência de vigilância de telecomunicações da Rússia. Essa agência é a responsável por inspecionar o tráfego do país e bloquear conteúdo proibido, garantindo ainda que os dados dos usuários russos permaneçam dentro do país e não sejam reencaminhados para servidores no exterior, onde possam ser interceptados.

O teste de desconexão tem que acontecer antes do fim do prazo para apresentação de mudanças na emenda da lei, por isso o deadline do dia 1º de abril. O acordo para a condução do experimento foi fechado no fim de janeiro, porém, apesar de concordarem com a lei, os provedores de internet estão preocupados com os transtornos que serão causados com a sua implementação. O teste servirá para prover dados sobre como a rede russa reagirá.

A proposta, totalmente endossada pelo presidente Vladimir Putin, é criar uma versão russa do Grande Firewall usado pelo governo chinês para controlar o tráfego da internet. Rússia e os seus vizinhos da OTAN, vivem em constante conflito por causa de ataques cibernéticos supostamente provocados pelos russos.

Fonte: Canaltech


Talvez você também goste