Mundo

Estudo descobre como rejuvenescer músculos em roedores idosos

Estudo descobre como rejuvenescer músculos em roedores idosos - 1

Um recente estudo realizado com camundongos descobriu um mecanismo que, potencialmente, pode reverter o envelhecimento natural dos músculos, causado pelo envelhecimento. Pesquisadores da Fondazione Don Carlo Gnocchi (FDG), na Itália, e da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, identificaram uma das razões que levam a este declínio. Agora, mais estudos são necessários.

Conforme o indivíduo envelhece, os músculos perdem seu tônus, tornam-se mais fracos e a capacidade de cicatrização após uma lesão é reduzida. Isso vale tanto para humanos quanto para roedores e outros animais. Entender o que leva a essas transformações é a chave para o desenvolvimento de novas terapias para a regeneração muscular dos mais velhos.

Estudo descobre como rejuvenescer músculos em roedores idosos - 2
Estudo investiga fórmulas de prover o rejuvenescimento muscular em camundongos idosos (Imagem: Reprodução/PetlinDmitry/Envato)

Publicado na revista científica Nature Aging, o estudo observou as vesículas extracelulares (EVs) — nanopartículas liberadas pela maioria das células de um organismo — e entendeu que estas entregam instruções genéticas valiosas para a proteína de longevidade, conhecida como Klotho, nas células musculares.


Podcast Canaltech: de segunda a sexta-feira, você escuta as principais manchetes e comentários sobre os acontecimentos tecnológicos no Brasil e no mundo. Links aqui: https://canaltech.com.br/360/

Segundo os cientistas, a perda da função muscular e a redução da capacidade de reparo muscular, em camundongos mais velhos, podem ser causadas ​​pelas EVs. Nesses indivíduos, elas carregam menos cópias das instruções genéticas “positivas” quando são comparadas com as de animais mais jovens.

É a fórmula para rejuvenescer os músculos?

“De certa forma, isso nos ajuda a entender a biologia básica de como funciona a regeneração muscular e como ela deixa de funcionar à medida que envelhecemos. Então, levando essa informação para a próxima etapa, podemos pensar sobre o uso de vesículas extracelulares como terapêutica para neutralizar esses defeitos relacionados à idade”, aposta uma das autoras do estudo e professora associada da Universidade de Pittsburgh, Fabrisia Ambrosio, em comunicado.

Previamente, os pesquisadores já sabiam que, quando roedores mais velhos recebiam sangue de roedores mais jovens, as características “juvenis” podem ser restauradas em muitas células e tecidos, incluindo nos músculos. Só que não era possível identificar o porquê.

Agora, parte desse mistério está resolvida com a identificação do papel das vesículas extracelulares. “Como uma mensagem em uma garrafa, as EVs entregam informações às células-alvo”, ilustra a pesquisadora Amrita Sahu, pós-doutoranda na universidade norte-americana.

Estudos com camundongos idosos

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores coletaram soro — a fração de sangue que resta após a remoção de células sanguíneas e fatores de coagulação — de camundongos jovens e o injetaram em camundongos idosos com lesão muscular.

Estudo descobre como rejuvenescer músculos em roedores idosos - 3
Envelhecimento dos músculos está relacionado com as as vesículas extracelulares, segundo pesquisa (Imagem: Reprodução/Pressmaster/Envato)

Como era esperado, as cobaias que receberam soro jovem mostraram regeneração muscular aumentada e melhor recuperação funcional em comparação com aqueles que receberam um placebo. Só que o soro sem as EVs não surtia os mesmos resultados, segundo os cientistas.

Além disso, a equipe entendeu que as EVs entregam instruções genéticas (mRNA) que codificam a proteína anti-envelhecimento Klotho para células progenitoras musculares — um tipo de célula-tronco importante para a regeneração do músculo esquelético.

Agora, observando o soro de camundongos mais velhos, sem nenhuma interferência, foi possível identificar que ele carregava uma menor concentração de instruções genéticas para codificar a Klotho. A ideia é que esta alteração seja uma das responsáveis pelo envelhecimento muscular.

Novos tratamentos devem surgir

Após as análises, o entendimento é que as “EVs podem ser benéficas para aumentar a capacidade regenerativa dos músculos em indivíduos mais velhos e melhorar a recuperação funcional após uma lesão”, pontua Ambrosio.

Agora, a equipe está interessada no desenvolvimento das EVs, com cargas específicas, “para podermos ditar as respostas das células-alvos”, explica Ambrosia. No futuro, este pode se tornar um novo tratamento contra o envelhecimento. Porém, antes, um longo caminho e inúmeros anos de estudo devem ser percorridos.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech