32°C 18°C

São Paulo, SP

30°C 16°C

Curitiba, PR

29°C 17°C

Belo Horizonte, MG

36°C 17°C

Rio de Janeiro, RJ

37°C 20°C

Porto Alegre, RS

30°C 25°C

Salvador, BA

Terça-feira, 29 de Maio de 2018 - 18h36

7 dicas para vencer a timidez e se destacar no mercado

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Vencer a timidez é um desafio diário para muitas pessoas. Na hora de construir uma rede de networking, as dificuldades parecem intransponíveis. Como hoje em dia não dá para fugir, o jeito é buscar algumas táticas para conquistar o maior número possível de pessoas para a sua rede. Abaixo, sete dicas especialmente preparadas para ajudar os introspectivos.


Conheça-se

Se conhecer é um passo fundamental para quem quer ampliar seus horizontes. Felizmente, hoje é possível encontrar vários testes psicológicos gratuitos na internet, baseados em diversas metodologias, que ajudam nesse processo de busca interior. Além de fazer uma autoanálise, também é importante pedir a opinião de pessoas próximas, de confiança, sobre sua personalidade. Cruzar as informações sobre como você se vê e como os outros te veem, certamente será muito enriquecedor.


Não se julgue

 Normalmente, pessoas tímidas são bastante inseguras e muito críticas consigo mesmas. O medo de errar pode ser sabotador. Procure relaxar e entender que o erro faz parte, e que ele até humaniza as situações. Uma pequena gaguejada não pode servir de desculpas para alguém se fechar em seu próprio círculo. Entenda que todos erram e ninguém é melhor ou pior por isso. Somos seres em constante aprimoramento, cada um a seu modo.


Cuide de sua postura

 Quando dizem que o corpo fala, é porque ele realmente não nos permite esconder sensações tanto quanto gostaríamos. Uma pessoa tímida tende a ficar vermelha, além de voltar os olhos e ombros para o chão. Procure combater esses instintos, buscando manter postura adequada e principalmente olhar nos olhos de seu interlocutor. Colocar os ombros para traz, estufando o peito, minutos antes de uma situação de contato com o outro, pode te trazer mais segurança e autoconfiança.  Uma sugestão de leitura para esse tema é o livro “Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal”, dos autores Allan & Barbara Pease.


Valorize seus diferenciais

Se comunicação não é o seu forte, não quer dizer que você não tenha outras qualidades tão boas ou até melhores que as de um grande orador. Na hora de uma entrevista de emprego, por exemplo, procure abordar casos de sucesso, destacando o seu papel, suas responsabilidades e principalmente os resultados do seu trabalho. Contar histórias atrai a atenção do interlocutor e ainda gera empatia. Responder apenas o que lhe for perguntado, num discurso monossilábico, certamente não te ajudará.


Busque ajuda

Falar com alguém importante pode ficar muito mais fácil se você tiver um intermediário. Procure saber se as pessoas que você conhece tem contato com alguém que você julgue relevante para a sua rede de networking e peça ajuda. Ser apresentado por alguém já “familiar” estreita o relacionamento significativamente. Ter alguém que “faça a ponte” torna o ambiente muito mais seguro e favorável para qualquer pessoa. Para um tímido, ainda mais.


Demonstre interesse

Um erro comum em qualquer pessoa ao fazer networking é mirar apenas no que você tem a ganhar nessa relação, sem se importar muito com o que você pode ofertar. Demonstrar interesse genuíno pelo outro é uma forma de criar vínculo. E isso pode ser feito de maneiras muito simples. O ato de compartilhar algum conteúdo que seja de interesse do outro já demonstra que você também está disposto a ajudá-lo - e não simplesmente em ser ajudado. Para um tímido, essa sensação de prestação de serviço pode amenizar o desconforto em fazer networking.


Mantenha contato

 A manutenção dos contatos é primordial. Quem te ajuda hoje, pode te ajudar sempre. Então, mantenha no radar as pessoas que você quer ter por perto. As redes sociais são um meio importante para fazer isso. Mandar uma mensagem personalizada no dia do aniversário, curtir posts interessantes ou comentar algo, vai fazer com o que o outro te perceba mais. Inclusive, as redes sociais podem ser úteis também antes de um contato pessoal, como uma forma de quebrar o gelo inicial. Use-as com sabedoria e moderação.

 

Por fim, saiba que uma boa rede de networking não se forma do dia para a noite. É preciso trabalho constante. Se for participar de algum evento, por exemplo, estabeleça uma meta de com quantas pessoas você pretende conversar. Os tímidos tendem a preferir as conversas individuais, onde se sentem menos expostos. Então, faça isso, mas buscando sempre se desafiar a contatar cada vez mais pessoas. De pouquinho em pouquinho, sua rede ficará forte e robusta. Boa sorte!



publicidade:

publicidade:

publicidade: