30°C 19°C

São Paulo, SP

25°C 17°C

Curitiba, PR

33°C 19°C

Belo Horizonte, MG

34°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

26°C 21°C

Porto Alegre, RS

32°C 24°C

Salvador, BA

Terça-feira, 09 de Janeiro de 2018 - 16h23

Empresa de moda H&M retira campanha do ar após acusações de racismo

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Na segunda-feira (8), a marca sueca Hennes et Mauritz (H&M) precisou retirar uma campanha do ar, após ser alvo de acusações racistas nas redes sociais.

 

Na imagem divulgada no site da empresa, um menino negro usava um moletom verde com os dizeres: “Coolest monkey in the jungle” (em tradução livre, o macaco mais legal da selva).

 

Ao descobrirem a ação, o público usou o Twitter, o Instagram e o Facebook para questionar à H&M sobre a ideia de usar uma “criança doce” para algo “tão doentio”. Além disso, afirmaram que a estratégia de marketing era “repugnante”, “imperdoável” e “racista”.

 

Pedido de desculpas

Após a repercussão, a marca desculpou-se pelo ocorrido e retirou a foto de todos os meios de divulgação.

 

“A imagem foi eliminada de todos os canais da H&M. Pedimos desculpas aos que puderam se sentir ofendidos”, informou o grupo à agência AFP.

publicidade:

publicidade:

publicidade: