Programa abre inscrições para voluntários na Copa

Candidatos podem se cadastrar no site da FIFA para atuar durante o Mundial de 2014 e a Copa das Confederações de 2013

Terça-feira, 21 de Agosto de 2012 - 14h28 | Futebol

Manu Dias/Secom

Gabriel Fialho _Portal da Copa - A FIFA lançou o Programa de Voluntários para a Copa das Confederações em 2013 e para a Copa do Mundo em 2014, nesta terça-feira (21.08), em Salvador. Os interessados em trabalhar nos megaeventos esportivos já podem se cadastrar no site da entidade máxima do futebol. O cadastro é único e vale para todas as competições. Esta é a primeira etapa do processo de seleção, que conta ainda com entrevistas e treinamentos geral e específico.

Os primeiros treinamentos serão online e começam em dezembro deste ano. Segundo Rodrigo Hermida, diretor de voluntariado do Comitê Organizador Local (COL), o treinamento à distancia é importante para atingir todas as partes do país e para estabelecer uniformidade das ações. "Uma obrigação que a FIFA cobra é uniformidade, todos as pessoas, em todos os lugares devem ser atendidas da mesma forma", disse. Após a capacitação pela internet, haverá um treinamento presencial, em que as pessoas vão conhecer os locais de trabalho e terão novas instruções, mas específicas.

Rodrigo Hermida destacou que mesmo antes das inscrições estarem abertas, a FIFA já recebeu uma avalanche de e-mails solicitando participação nos megaeventos. "Dos 27 estados do Brasil, tem uns dois ou três em que as pessoas não mandaram uma avalanche de e-mails. Tem uma menina de 18 anos do Uzbequistão querendo vir desesperadamente querendo vir e manda e-mail todo dia".

Ele ressaltou, ainda, que ficou combinado com o Governo Federal que, em virtude do volume de inscrições, haverá dois momentos de cadastramento. "O primeiro abre hoje e um segundo com as cidades-sede e o Governo Federal. É um programa parceiro, trabalhamos a quatro mãos, a gente fala de processos integrados e comunicação constante. Não se faz o evento sem a ajuda do Governo Federal e as sedes".

Entusiasmo

O recrutamento se inicia com as inscrições no site da FIFA, em que se faz um registro das pessoas interessadas. "A gente espera atender todos os pedidos dos voluntários, suas áreas de preferência, mas é difícil atender a todos, tecnicamente a relação é de 5 para 1, para tirar 15 mil voluntários para a Copa precisamos de 90 mil inscritos", disse Hermida.

A ideia é capacitar os voluntários para todas as áreas de interesse, com atividades que motivem as pessoas a trabalhar, desde novos conhecimentos e culturas. "O processo de seleção passa por entrevista, dinâmica de grupos, onde medimos o entusiasmo e o comprometimento de cada um com a Copa - esse é o principal requisito avaliado", ressaltou Hermida.

Como exemplo, foram chamadas duas voluntárias brasileiras que atuaram nas Olimpíadas de Londres e na Copa do Mundo de 2010. Membros do conselho de administração do COL, Ronaldo e Bebeto estiveram no lançamento do Programa de Voluntários e fizeram um chamado à participação das pessoas. "Nós dedicamos nosso tempo à Copa, porque acreditamos nesse projeto e mais uma vez queremos a participação massiva do nosso povo", disse o Fenômeno. Bebeto lançou a convocação: "Queria convocar os brasileiros a fazer parte do nosso time, vestindo e suando a camisa com a gente".

Processo
O trabalho voluntário não é remunerado, mas o COL e a FIFA disponibilizarão aos selecionados os uniformes, um auxílio para o deslocamento até o local das atividades (dentro da cidade-sede) e alimentação durante o período de trabalho.

Os candidatos devem possuir alguns requisitos, como ter no mínimo 18 anos e disponibilidade de atuar pelo menos 20 dias corridos na época dos eventos, sendo que cada turno de trabalho durará até 10 horas. Durante o processo de seleção serão verificadas as habilidades, perfil e conhecimentos de cada inscrito.

Ao se cadastrar, a pessoa pode informar a sua área de preferência, mas as vagas serão preenchidas conforme as ofertas e os perfis que cada atividade exige. Algumas funções possuem requisitos específicos e necessitam de conhecimentos e habilidades determinadas. Por isso, foram criados dois tipos de cargos: especialistas, que atendem áreas como a imprensa, departamento médico, serviços de idioma; e generalistas, que atendem todas as outras áreas e têm foco no atendimento ao público em geral. 

Todas as informações sobre o Programa de Voluntários e as etapas a serem cumpridas serão disponibilizadas no site FIFA.com e na página de cadastro de cada candidato. Os dados fornecidos pelos interessados serão confidenciais e estarão sob responsabilidade do COL. Serão realizadas verificações de antecedentes criminais de todos os interessados no trabalho.

A estimativa é a de que 7 mil voluntários trabalhem na Copa das Confederações e 15 mil na Copa do Mundo, segundo números revisados pelo COL.

Brasil 247
Compartilhe:

* Todos os campos são obrigatórios.

Editoria: Esportes

* Todos os campos são obrigatórios.