25°C 19°C

São Paulo, SP

24°C 19°C

Curitiba, PR

31°C 18°C

Belo Horizonte, MG

35°C 23°C

Rio de Janeiro, RJ

30°C 19°C

Porto Alegre, RS

33°C 24°C

Salvador, BA

Terça-feira, 13 de Dezembro de 2016 - 17h27

10 dicas para se proteger de hackers no fim do ano

Publieditorial

Foto: Mundo Positivo 

 

Se você ainda tem medo de fazer compras pela internet e cair em alguma cilada, em qualquer época do ano, principalmente na temporada de presentes, viagens e promoções de Natal e Réveillon, saiba que há maneiras eficazes de verificar se um site é seguro e de se proteger de cibercriminosos. 

 

Confira 10 dicas de como se proteger de hackers no fim de ano:


1. Cuidado com  os aplicativos falsos

O acesso à internet por smartphones cresce a cada dia e muitos consumidores vão preferir este canal para realizar as compras de fim de ano. Contudo, cibercriminosos podem aproveitar a situação para criarem aplicativos falsos relacionados às compras de Natal e Ano Novo, no intuito de espalharem malwares. Por isso, nunca faça downloads de aplicativos fora das lojas oficiais e, antes de fazer o download, fique atendo as permissões de dados que o aplicativo pede.

 

LEIA MAIS

Cinco golpes mais comuns da internet
Como criar e memorizar uma senha segura
Aprenda a identificar uma imagem com vírus no Facebook
Qual a diferença entre deletar e colocar um vírus em quarentena


2. Redes Wi-Fi públicas

Os hackers conseguem facilmente interceptar dados de redes abertas oferecidas em estabelecimentos como cafés, shoppings e hotéis para roubarem informações, como: número de cartão de crédito e senhas particulares. Logo, se for viajar durante o Natal e o Réveillon, evite usar Wi-Fi público -- ainda mais se os estabelecimentos frequentados solicitarem dados pessoais para usá-lo.


3. Atenção aos sites desconhecidos

Suspeite de sites mal configurados. Geralmente, é fácil notá-los por conterem imagens em baixa resolução e erros gramaticais. Também é importante analisar a reputação das lojas nos portais de reclamação e verificar se elas têm telefone e endereço físicos. Se ficar em dúvida sobre a veracidade delas, não compre. Antes ficar sem os presentes do que ganhar uma dor de cabeça futura.


4. Desconfie dos preços muito abaixo do mercado

Descontos muito grandes para produtos caros, como: televisores, computadores e smartphones podem esconder fraudes. Criminosos podem criar sites fraudulentos com promoções imperdíveis, receber o pagamento, obter seus dados pessoais e depois não entregar o produto. Pesquise os preços dos produtos que você quer comprar em outras lojas para identificar se o desconto não está fora dos padrões.

 

5. Nunca clique em links recebidos por e-mail

Por causa das datas comemorativas, cibercriminosos podem criar e-mails falsos se passando por alguma loja de sua preferência com links que podem levar a páginas falsas, além de infectar o dispositivo com malware. Por isso, nunca clique em links desconhecidos sem antes procurar saber se o site oficial é real, de confiaçnça e verfiicar se a oferta é verdadeira. Também desconfie de cartões e e-mails com correntes de Natal. 

 

Foto: Mundo Positivo

 

6. Fique atento com o phishing

Criminosos também podem enviar mensagens falsas relacionadas a promoções, solicitando troca de senha ou alteração de cadastro. Essa técnica é usada para roubar dados pessoais dos usuários.

 

7. A cilada do USB

Durante as festas de fim de ano, as empresas podem receber ainda mais brindes de fabricantes que querem continuar trabalhando com elas no próximo ano. Um dos itens mais populares entre esses brindes são dispositivos USB. Cuidado ao permitir que seus funcionários usem esses dispositivos, pois, às vezes, há malware indetectável pré-instalado neles.

 

8. Roubo de dispositivos

Com o aumento das viagens, atividades durante as festas de fim de ano, as pessoas ficam mais propensas a esquecer seus smartphones em lugares públicos. Esta é mais uma forma de os hackers acessarem dados confidenciais, informações pessoais e corporativas, se as medidas de segurança apropriadas não forem tomadas.

 

9. Tenha sempre um antivírus instalado em seus dispositivos

Para ter maior segurança e conforto em realizar suas atividades pessoais e profissionais, seja nas festividades de fim de ano ou em qualquer outro momento, tenha um antivírus instalado em todos os seus dispositivos. Lembre-se de mantê-lo atualizado para não haver problemas futuros.  

 

10. Armadilhas em retrospectivas do ano

Muitas agências de notícias aproveitam as festas de fim de ano para criar artigos ou programas de "Retrospectiva”. As empresas devem avisar os seus funcionários sobre os riscos de clicar nesses tipos de links nos e-mails de trabalho. Links de fontes falsas podem infectar e comprometer a segurança de dispositivos da empresa.

 

Foto: Mundo Positivo

 

Gostou da matéria? Siga a McAfee no Twitter e fique sempre por dentro das dicas de segurança digital

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.


publicidade:

publicidade:

publicidade: