28°C 17°C

São Paulo, SP

24°C 14°C

Curitiba, PR

29°C 19°C

Belo Horizonte, MG

30°C 17°C

Rio de Janeiro, RJ

34°C 17°C

Porto Alegre, RS

31°C 24°C

Salvador, BA

Sexta-feira, 01 de Dezembro de 2017 - 18h16

Oito coisas que você precisar saber sobre um hacker

Publieditorial

Foto: Mundo Positivo

 

Na década de 50 e 60, o termo hack era usado como sinônimo para quando alguém que queria resolver um problema. Com o tempo, ele foi associado àqueles que criavam façanhas no universo da programação. Já hoje, o hacker é visto como uma pessoa que entende de tecnologia e usa isso para se dar bem, dentro e fora, do mundo digital.

 

Segundo a rede de notícias BBC, tanto a palavra quanto o significado nasceram no Instituto de Tecnologia de Massachussetts (MIT), nos Estados Unidos.

 

Agora, o conceito americano se prolifera por todos os lados como uma espécie de vírus em busca de abocanhar vítimas, dinheiro, dados, informações pessoais e governamentais, par assim, sobressair-se sobre todos.

 

LEIA MAIS

Como saber se o seu celular está com vírus
'Bad Rabbit': nova praga digital causa pânico na Europa
Hackers roubam dados de 57 milhões de usuários do Uber
Falso WhatsApp é colocado para download em loja do Google

 

Veja, a seguir, oito coisas que você precisa saber sobre um hacker:


1. Existe hacker bonzinho?

Normalmente, o hacker altera programas e utiliza o conhecimento dele para fortalecer sistemas de segurança e atender a governos e grandes empresas. A variação do nome passou a ser usada uma gíria para quem comete crimes virtuais. Logo, a nomenclatura pode ser tanto positiva quanto negativa.

 

2. Hackers e crackers

Dentro deste conceito, o hacker é visto como alguém que ajuda e exerce o trabalho em benefício ao próximo. Já o cracker tem como objetivo quebrar códigos, roubar dados, bancos e informações de maneira criminosa. A verdade é que a internet é um verdadeiro parque de diversões para ambos, mas o hacker tem a fama de bonzinho, e o cracker não.

 

3. Primeiro hacker perseguido

No dia 26 de julho de 1989, o estudante americano Robert Tappan Morris foi condenado pela propagação do primeiro vírus digital em universidades e centros de pesquisas militares. Na época, o ato dele criar um programa que se espalhava por máquinas sem interação com o usuário, foi considerado um escândalo.

 

4. Hacker vintage

Entre os anos 80 e 90, Kevin Mitnick era considerado o hacker mais famoso e temido do planeta. O californiano invadiu o sistema de empresas como IBM, Motorola, Nokia; burlou o controle de transportes dos EUA para não pagar passagem; e, depois de preso, hoje trabalha como consultor de segurança.

 

Foto: Mundo Positivo

 

5. Invasão nuclear

O pesquisador da área de Sistema de Segurança da Internet da IBM, Scott Lunsford, chegou a invadir e controlar uma usina nuclear americana. Mesmo sem ter feito nada para explodir ou ganhar algo em troca da informação, o hacker expôs a fragilidade que era o sistema de infraestrutura dos Estados Unidos.

 

6. Raio-x

Já pensou em ter uma visão de raio-x? Não se espante se algum hacker invadir o sistema de scanner de corpo inteiro existente em aeroportos. Mesmo que por fetiche, alguns criminosos fazem isso para vazarem na internet as imagens metade-transparentes salvas, como se fossem nudes. Isto é considerado violação de privacidade.

 

7. Hacker pelos ares

Um especialista em segurança cibernética, Chris Roberts, contou ao FBI ter hackeado os computadores de aviões de passageiros em mais de 20 ocasiões e que chegou a controlar os motores de uma aeronave durante um voo. Já pensou no perigo? Pelo Twitter, ele disse ter feito isso apenas para “aumentar a segurança” dos voos.

 

8. Explosão

Se algum hacker conseguir acessar o chip do smartphone que anda com você – no seu bolso, por exemplo –, além de roubar dados pessoais ele pode explodir o dispositivo. Então, tome bastante cuidado com quem mexe no seu celular.

 

 

Foto: Mundo Positivo

 

Tem alguma dúvida sobre segurança digital? Envie-nos um e-mail para: [email protected]

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.


publicidade:

publicidade:

publicidade: