Esportes Futebol

Jefferson aposta em preparação para vencer o Fluminense

Divulgação/Botafogo

Site Oficial do Botafogo – Os mais de 100 anos de rivalidade com o Fluminense, adversário desta quinta-feira, já denunciam o equilíbrio esperado para a semifinal da Taça Guanabara. Na busca por um diferencial na reta final da competição, o Botafogo treinou todos os dias do carnaval, inclusive no turno da manhã. Sem direito a curtir a folia, Jefferson elogiou o comprometimento do grupo e a postura do comandante Oswaldo de Oliveira a frente do Glorioso. Agora, o goleiro espera que os frutos venham no campo, a partir da semifinal desta quinta-feira.

“Tudo é valido. Se a gente for ver, o que o Oswaldo vem fazendo aqui é impressionante. É um treinador que sabe cativar o grupo. Em 2010, fomos os únicos a concentrar no carnaval e conquistamos o título. Não estou dizendo que vai ser igual esse ano, mas estamos fazendo nossa parte”, lembrou o goleiro, que não está preocupado com o desfalque de Maicosuel e as possíveis ausências de Andrezinho e Loco Abreu.

“Para nós é tranquilo, até porque quem vem entrando vem dando conta do recado. A gente sabe que hoje temos um elenco muito forte. Quem jogar vai entrar para vencer. É um grupo fechado, unido e sem vaidade, o que é fundamental”, ressaltou Jefferson.

Como o regulamento do Campeonato Carioca prevê disputa de pênaltis em caso de empate, o Botafogo praticou algumas cobranças no treino da manhã desta quarta-feira, no campo anexo do Stadium Rio. Uma das esperanças do torcedor alvinegro para uma possível decisão além do tempo regular, o goleiro Jefferson admitiu que estuda a batida dos adversários.

“Procuro estudar bem os adversários, mas não fico muito bitolado”, afirmou o dono da meta alvinegra, que mesmo assim prefere aguardar o momento da cobrança. “Não adianta querer acertar o canto antes. Até porque o jogador de qualidade vai trocar o lado se perceber algum movimento do goleiro”, explicou Jefferson.

Com uma campanha superior na fase de grupos, o Botafogo espera fazer pesar o seu melhor momento na competição. Mas o respeito ao adversário prevalece na véspera do clássico decisivo.

“Temos que manter o respeito, independente do momento. Temos que respeitar o treinador, o elenco que eles têm… Fomos melhores na fase de grupos, agora zerou tudo. Mas também temos que aproveitar o nosso momento, que é ótimo”, encerrou o goleiro.

O clássico ,que decide uma das vagas para a final da Taça Guanabara, está marcado para as 21h desta quinta-feira, no Stadium Rio. Vasco e Flamengo disputam a outra vaga já nesta quarta-feira, no mesmo local.


Talvez você também goste