Esportes Futebol

Lateral comemora sucesso repentino no Bahia, mas diz: 'Foi uma coisa inesperada'

Sem opção no elenco principal para a lateral esquerda, o técnico Sérgio Soares integrou Vitor, de 20 anos, ao elenco profissional e o escalou na goleada sobre o ABC. O jogador, formado nas categorias de base do Tricolor, foi bem e foi mantido na equipe diante do Boa Esporte e do Náutico, equipe contra a qual marcou o primeiro gol dele, no empate por 1 a 1, na última terça-feira, na Fonte Nova. Nesta quarta-feira, no Fazendão, o lateral falou da alegria vivida diante dos pernambucanos, destacando que não esperava o sucesso tão rapidamente.

– Foi uma coisa inesperada, mas fruto do nosso trabalho no dia a dia para buscar melhorar dentro do nosso grupo. Fico feliz por ter marcado, ainda mais diante da nossa torcida. É algo muito importante, e fico feliz demais – disse Vitor, falando também da felicidade pelo gol:

– Sensação muito boa, fazendo primeiro gol como profissional. Sabemos da importância, ainda mais por ser em nosso estádio. Conseguimos arrancar um ponto para continuar dentro do G-4.

Sérgio Soares deu a primeira chance para Vitor devido a uma lesão de Marlon, e pelo fato de Ávine ter sido poupado contra o ABC. Mesmo com o primeiro, antigo titular da posição, estar liberado, Sérgio Soares manteve a revelação das divisões de base no time. Vitor afirma que tem recebido muito apoio do técnico, o que tem interferido positivamente no desempenho dele em campo.

– Ele me deu toda confiança, confiou em mim, ainda mais na estreia contra o ABC, para que eu pudesse entrar em campo e fazer o meu papel.

Neste sábado, às 16h30, no Serra Dourada, em Goiânia, Vitor estará mais uma vez em na partida contra o Atlético-GO, pela 19ª, e última rodada do primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro. Para este jogo, o atacante e capitão Kieza, com dores no púbis, não joga.

Com 32 pontos, o Bahia é o quarto colocado na tabela de classificação da Série B.


Talvez você também goste