Esportes Futebol

Robinho pede desculpas a árbitro e nega “expulsão cavada”

O atacante Robinho pediu desculpas ao árbitro paraense Dewson Fernando Freitas da Silva pela reação após o cartão vermelho na vitória por 3 a 2 do Santos contra o Botafogo, na quarta-feira (1), no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Após admitir ter “xingado o árbitro de tudo quanto era nome”, o camisa 7 pediu desculpas pelos exageros na reclamação e assegurou que o cartão vermelho não foi proposital, motivado pelaa grande possibilidade de não atuar no jogo da volta por conta da convocação para a Seleção Brasileira.

“Peço desculpas ao juiz se exagerei na reclamação, mas ele também errou no lance”, disse o jogador.

“É ruim (ficar fora), queria jogar na Vila. O pessoal estava me sacaneando, perguntando se fiz de proprósito porque vou para Seleção, mas não foi proposital, não”, completou.

Dewson relatou na súmula ter sido chamado de “maluco” e questionado se estava “de sacanagem”: “expulsei aos 39 minutos do segundo tempo em decorrência do segundo cartão amarelo, o atleta de n°7 o sr. robson de souza, da equipe do santos, por simular uma falta. Após ter sido expulso o referido atleta veio em minha direção apontando o dedo ao meu rosto e proferindo as seguintes palavras: ‘porra tu tá de sacanagem, seu maluco , e em seguida me puxou pelo ombro e continuou reclamando”.

Ao deixar o campo, Robinho admitiu que “xingou de tudo quanto é nome” e classificou a arbitragem como péssima. A declaração provocou temor nos torcedores santistas por conta de um possível gancho. A súmula, apesar de não revelar palavrões, realmente pode levar o jogador ao banco dos réus do STJD.

“Eu achei que foi injusto meu primeiro cartão. Ele disse que eu simulei, pode até levar em consideração, mas o Alan Bahia ia me machucar. Não gosto de falar de arbitragem, mas ele estava confuso. Depois eu xinguei ele de tudo quanto é nome. Ele não disse nada, não. Eu saí por causa do primeiro cartão que foi totalmente injusto. A falta foi no Alison e o lateral ele inverteu”, afirmou na ocasião.

Robinho foi expulso aos 39min do segundo tempo, quando tentou simular uma falta no meio de campo. O jogador havia tomado um cartão amarelo minutos antes, por reclamação.

Convocado para dois amistosos com a Seleção Brasileira, o camisa 7 desfalcará a equipe nas partidas contra o Bahia e o Criciúma, pela 27ª e 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para atuar contra o Botafogo, dois dias depois, o clube precisaria armar um esquema especial para Robinho, similar ao que fazia com Neymar, que chegou a ter voos fretados para atuar pelo clube em períodos inferiores a 48 horas.

Robinho chegou a marca de 101 gols pelo Santos ao marcar duas vezes na partida, aos 24 e 28min do primeiro tempo, em dois vacilos da defesa do Botafogo.


Talvez você também goste