Esportes Futebol

Publicidade

[mp_script_post_header]

O Professor Rogério Bandeira, da UniSal, fala sobre o curso de Publicidade e faz um alerta: a faculdade precisa acompanhar a modernização do mercado publicitário.

Confira mais dicas do professor:

Quais são as principais diferenças entre os cursos de Publicidade e Marketing?

A Publicidade faz parte da Comunicação Social e sua função primordial é tornar algo público. Ela propaga ideias, pensamentos, produtos, serviços etc.

Já Marketing está ligado a negócios e visa basicamente satisfazer necessidades e desejos dos consumidores de uma empresa através de produtos.

Veja que são focos diferentes de atuação. Marketing ajuda na determinação de qual produto produzir ou suas possíveis modificações. A Publicidade pega esse produto e divulga, cria uma mensagem e ajuda a empresa a se comunicar com seus consumidores.

O que a faculdade precisa oferecer em relação a infraestrutura?

É importantíssimo ao aluno de Publicidade contato com as várias áreas da Comunicação Social. Ele precisa de base teórica, mas também colocar a mão na massa.

Uma faculdade de Publicidade precisa ter um estúdio de cinema, fotografia, rádio e TV, além de laboratórios com máquinas de ponta e os últimos softwares disponíveis no mercado.

A faculdade precisa proporcionar ao aluno a experiência de fazer Publicidade e Propaganda nas principais áreas da profissão que é Atendimento, Planejamento, Mídia e Criação. Em termos de infraestrutura, a Criação é a que mais demanda.

A faculdade precisa oferecer conhecimento sobre as ferramentas que são usadas no mercado de trabalho?

Devem fazer parte da grade de disciplinas e do conteúdo programático as ferramentas usadas no mercado de trabalho. E como o mercado moderniza-se muito rapidamente, a faculdade deve acompanhar essa evolução.

Exemplifico com a comunicação online. Hoje faz parte da vida pós-moderna comunicar-se através da internet e a publicidade deve estar lá também. Deve fazer parte do curso o mundo virtual e sua constante atualização, além de oferecer ao aluno a parte prática dessa comunicação.

É importante que a faculdade tenha convênios com empresas para facilitar o ingresso do aluno no mercado de trabalho?

É imprescindível! A faculdade de Publicidade além de ter convênios, precisa firmar parcerias com as agências de comunicação, promovendo palestras, debates, workshops etc.

Gosto muito de festivais promovidos por algumas faculdades. Traz para a faculdade o mercado e profissionais consagrados.

A faculdade precisa oferecer ao aluno oportunidade de vivenciar na prática os conhecimentos teóricos que adquire? Como?

Estudar publicidade sem proporcionar experiências prática é como almoçar algodão doce.

Num curso de quatro anos e mais de 3000 horas de sala de aula, o aluno poderá ter inúmeras experiências com a parte prática. As próprias disciplinas fazem esse papel na medida em que passam trabalhos experimentais. O trabalho de conclusão de curso, no último semestre, é a grande oportunidade de ter uma excelente experiência quando se pode criar uma campanha publicitária completa com clientes reais.

O que o mercado exige, hoje em dia, de um bom publicitário?

Eu costumo dizer para jovens, quando me procuram perguntando sobre a profissão, que um bom publicitário, antes de tudo, é aquele que sabe ler a vida.

A publicidade traz situações da vida para comunicar melhor nos seus anúncios e comerciais. E o publicitário precisa saber “ler” isso.

Um bom publicitário está antenado com tudo, de todas as áreas da economia. Não precisa saber nada em profundidade, mas precisa saber um pouco de tudo. Faz parte da profissão lidar com vários clientes, de diferentes áreas, ao mesmo tempo.

Um bom publicitário precisa ser comunicativo, pró-ativo, criativo, conhecedor da tecnologia usada na área, além de estar sempre se atualizando, pois ele se comunica com todas as faixas etárias.


Talvez você também goste